Comentários do leitor

Como Obter Ossos Saudáveis com o Treino de Carga. [CONFIRA]

por Carol Risher (18/07/2019)


Seus ossos estão fortes?

Ter ossos fortes hoje em dia é fundamental, principalmente com o avanço da idade.

Ossos fortes ajudam primeiramente a se manter em pé sem quedas e prevenindo fraturas.

Os exercícios trazem inúmeros benefícios a nossa saúde óssea.

Ossos fortes!

Ter ossos fortes é essencial para uma boa saúde, especialmente à medida que envelhecemos, permitindo-nos permanecer ativos e com boa vitalidade e qualidade de vida.

Osteoporose ossos frágeis é um distúrbio altamente debilitante, que pode levar a fraturas e quedas e estima-se que uma em cada três mulheres e um em cada cinco homens sofrerão com isso durante a vida e esse número está aumentando à medida que a população envelhece e as pessoas se tornam mais sedentário.

No entanto, a boa notícia é que o setor de fitness tem um papel importante a desempenhar para ajudar as pessoas que são suscetíveis a essa doença a evitar ou diminuir seu impacto.

Como funciona?

Fazer atividade de suporte de peso é vital para alcançar uma boa saúde óssea.

O estresse que é colocado sobre os ossos por meio de exercícios como levantamento de peso, pliometria e corrida estimula o corpo a construir e manter ossos fortes.

Isso acontece porque o impacto gerado pelo exercício comprime a matriz óssea, fazendo com que o osso absorva o cálcio e outros minerais, aumentando assim a densidade óssea, o que resulta em ossos mais fortes.

Todo treino acompanha um bom professor, assim como os treinos, você deve ter uma alimentação adequável. Confira o post que Manuela Jobst indica sobre o assunto.

Qual é a carga necessária?

A quantidade de peso necessário para desencadear essa resposta é chamada de carga osteogênica, porque é preciso uma certa carga para estimular as células que formam o osso.

Esse "carregamento ósseo" é essencial para que as pessoas mantenham um sistema esquelético saudável.

Hoje em dia algumas academias acrescentaram no treino de condicionamento físico a carga óssea.

Isso acontece a medida que a demanda por serviços de bem-estar aumentam e as pessoas estão ficam mais conscientes da necessidade de trabalhar duro para garantir uma vida mais saudável.

Quando se trata do impacto do exercício na saúde dos ossos, os cientistas medem as atividades de acordo com quantos múltiplos de peso corporal carregam no esqueleto.

Um estudo feito no Reino Unido, examinou a carga óssea necessária para estimular a mineralização óssea em adolescentes e descobriu que a carga necessária era de 4,2 vezes o peso corporal.

Isto significa que se você pesa 58 kg, você precisa carregar seus ossos com 247 kg para acionar a construção óssea.

Como carregar?

Em repouso, a gravidade aplica uma carga aos nossos ossos, o que é igual ao peso do nosso corpo.

Atividades como caminhar, correr ou correr adicionam mais carga, mas um impacto muito maior é necessário para atingir uma carga de quatro vezes seu peso corporal, com treinamento com pesos, pilometria ou saltos sendo opções.

Embora os pesquisadores tenham advertido a extrapolação desses resultados para outros grupos populacionais, os resultados, no entanto, destacam que é improvável que o exercício leve seja tão eficaz quanto o levantamento mais pesado.

A adição de carga óssea ao seu treino permitirá que você atenda melhor as suas necessidades, além de permitir que eles tomem medidas para melhorar sua saúde a longo prazo, longevidade e qualidade de vida.

Pesquisadores apontam que exercícios como ciclismo e natação têm excelentes benefícios à saúde em áreas como flexibilidade, força e capacidade cardiovascular.

Porém eles efetivamente "descarregam" os ossos, como resultado, podem ser suscetíveis à osteoporose e seriam aconselhados a adicionar mais atividade de suporte de peso ao seu programa de exercícios.

Outra área a ser considerada é o conselho que as pessoas têm para permitir que façam as escolhas corretas de exercício, pois é importante evitar a sobrecarga e criar outros problemas musculoesqueléticos.

É aconselhável que qualquer pessoa com baixa densidade óssea ou osteoporose trabalhe com um profissional de fitness para garantir que a carga óssea seja feita progressivamente e sem causar danos.