Fatores críticos de sucesso na adoção de agentes conversacionais em gestão de projetos

Bruno da Silva Chiriu

Resumo


É comum encontrar pessoas que querem resolver seus problemas interagindo com programas ou aplicativos utilizando linguagem natural, seja digitando ou falando o que deseja através das interfaces conversacionais. É possível combinar o uso de chatbots com um serviço baseado em aprendizagem de máquina para compreender as intenções dos usuários e transformá-las em ações dentro de um sistema computacional, eliminando a barreira entre usuários e ferramentas especialistas em gestão de projetos, mas para isso, é preciso saber quais são os fatores críticos de sucesso na adoção de um agente conversacional para gestão de projetos em uma empresa de tecnologia da informação. O objetivo principal desta pesquisa é identificar os fatores críticos de sucesso na adoção de um agente conversacional na gestão de projetos em uma empresa de tecnologia da informação no Brasil. A metodologia proposta foi de um estudo de caso do tipo exploratório. Como resultado, foram identificados 12 fatores críticos de sucesso para adoção de um agente conversacional na gestão de projetos. Conclui-se que um agente conversacional tem o papel de empoderar e não de substituir o gerente de projetos, quebrando a barreira entre usuários e ferramentas
de gestão de projetos, reduzindo o tempo de treinamento e dinamizando as tarefas do dia a dia.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Projetos, Dissertações e Teses em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento
ISSN 2358-5501 (Online)