RELAÇÕES SINTÁTICAS ENTRE GESTÃO DO CONHECIMENTO, GESTÃO DA INOVAÇÃO E DO DESEMPENHO ORGANIZACIONAL: proposta de um modelo fundamentado em Design Science Research

ISABELA SIMÕES DE AZEVEDO SILVA

Resumo


A Gestão da Inovação e a Gestão do conhecimento são consideradas fatores que auxiliam as empresas a criar ou manter uma vantagem competitiva com relação ao mercado. A busca de diferenciais competitivos e as constantes mudanças fazem com que muitas empresas busquem maneiras para contribuir com o seu desenvolvimento. Nesse sentido, esse projeto teve como objetivo, propor uma metodologia de alinhamento entre Gestão do Conhecimento, Gestão da Inovação e Desempenho Organizacional. Para isso, através da revisão sistemática, foram estudados os relacionamentos entre os constructos como estratégia competitiva para uma organização. Após esse estudo, foi realizada uma análise bibliométrica das palavras mais utilizadas nos abstracts dos artigos e nas palavras chaves, com o objetivo de realizar um mapeamento bibliográfico sobre a GC, CI e DO. Em seguida, foi identificado, através da análise de redes, a relação e a proximidade dessas palavras. E finalmente, para comprovar todo o estudo, os dados coletados foram utilizados para criação de um modelo com embasamento na metodologia da Design Science Research e esse modelo foi aplicado qualitativamente em um grupo focal, através de uma entrevista realizada com gestores da área. Através das respostas e argumentos levantados pelos entrevistados, foi possível validar o modelo proposto.


Referências


ALAVI, Maryam.; LEIDNER, Dorothy E. Review: Knowledge Management and Knowledge Management Systems: Conceptual Foundations and Research Issues. MIS Quarterly. v. 25, n. 1, p. 107-137, 2001. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

ALCARÁ, Adriana Rosecler et al. As redes sociais como instrumento estratégico para a inteligência competitiva. TransInformação. v. 18, n. 2, 2006. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 set. 2016.

ALONSO, Sergio et al. Hg-index: Anew index to characterize the scientific output of researchers based on the h- and g-indices. Scientometrics. v. 82, n. 2, p. 391–400, 2010. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

ANDERSON, Terry; SHATTUCK, Julie. Design-based research: a decade of progress in education research? Educational Researcher. v. 41, n. 1, p. 16-25, 2012. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

ANSOFF, H. Igor.; McDONNELL, Edward J. Implantando a administração estratégica. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1993.

ARAÚJO, Carlos A. A. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em questão. v. 12, n. 1, 2006. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 set. 2016.

ASSUMPÇÃO, Joubert.; FIGUEIREDO, Paulo Negreiros. Papel das competências técnico-organizacionais na estratégia organizacional: evidências de cinco organizações não governamentais no Rio de Janeiro (1996-2004). Análise – Revista de Administração da PUCRS, v. 18, n. 2, 2007. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 set. 2016.

ATALLAH, Alvaro Nagib; CASTRO, Aldemar Araujo. Revisão sistemática da literatura e metanálise. In: ATALLAH, Alvaro Nagib; CASTRO, Aldemar Araujo. Medicina baseada em evidências: fundamentos da pesquisa clínica. São Paulo: Lemos-Editorial, 1998. Cap. 6, p. 40–47.

BEUREN, Ilse Maria; RONCON, Aleksander. Redes sociais em artigos sobre inovação publicados em periódicos internacionais. Revista Gestão Organizacional, Chapecó, v. 8, n. 3, 2015. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

BORTOLASO, Ingridi Vargas; VERSCHOORE, Jorge Renato; ANTUNES Jr, José Antônio Valle. Práticas de gestão de redes de cooperação horizontais: proposição de um modelo de análise. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 16, n. 3, 2013. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 set. 2016.

BURLAMAQUI, Leonardo; PROENÇA, Adriano. Inovação, recursos e comprometimento: em direção a uma teoria estratégica da firma. Revista Brasileira de Inovação, v. 2, n. 1, p. 79-110, jan/jun. 2003. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

CABRERIZO, F.J. et al. Q2-index: Quantitative and qualitative evaluation based on the number and impact of papers in the Hirsch core. Journal of Informetrics, v. 4, n. 1, p. 23-28, Jan. 2010. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

CALAZANS, Angélica; MASSON, Eloisa, MARIANO, Ari Melo. Uma revisão sistemática da bibliografia sobre inovação bancária utilizando o enfoque meta analítico. Espacios, v. 36, n. 15, 2015. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 4 dez. 2016.

CARMONA, Charles U. Montreuil; AQUINO, Joás Tomaz de; GOUVEIA, Rafaela L. Andrade. Inovação e agregação de valor: um estudo das empresas brasileiras mais inovadoras. Exacta, v. 14, n. 1, p. 71-84, 2016. Disponível em: Acesso em: 19/11/2016

COSTA, Luciana Ferreira et al. A revista Perspectivas em Gestão & Conhecimento (PG&C): criação, gestão editorial e espectro de temas publicados. Biblios: Revista de Bibliotecología y Ciencias de la Información, n. 56, 2014. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

CHOO, Chun Wei. The Knowing Organization. In: CHOO, Chun Wei. The knowing organization: how organizations use information to construct meaning, create knowledge, and make decisions. 2. ed. New York: Oxford University Press, 2006. chap.1, pp. 1-28.

CHOO, Chun Wei; ALVARENGA NETO, Rivadávia C. Drummond de. Beyond the ba: managing enabling contexts in knowledge organizations. Journal of Knowledge Management, v. 14, n. 4, 2010, pp. 592-610. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

COBO, M. J. et al. SciMAT: a new science mapping analysis software tool. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 63, n. 8, p. 1609 1630, Aug., 2012. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

ÇAĞDAŞ, Volkan.; STUBKJÆR, Erik. Design research for cadastral systems. Computers, Environment and Urban Systems, v. 35, n. 1, p. 77-87, Jan. 2011. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 set. 2016.

DAGNINO, Renato. A Relação Universidade-Empresa no Brasil e o“ Argumento da Hélice Tripla”. Revista Brasileira de Inovação, v. 2, n. 2, jul/dez, p. 267-307, 2003. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

DALMAU, Marcos Baptista Lopez et al. Knowledge management at a superior education institution: case study considering the offer of a distance graduation course. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON INFORMATION SYSTEMS AND TECHNOLOGY MANAGEMENT, 4., 2007, São Paulo. Anais… São Paulo: USP, 2007. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 set. 2016.

DAVENPORT, Thomas H.; PRUSAK, Laurence. Conhecimento empresarial: como as organizações gerenciam o seu capital intelectual. 4. ed. Tradução de Lenke Peres. Rio de Janeiro: Campus, 1998. 237 p.

FARRELL, Mark Anthony; OCZKOWSKI, Edward; KHARABSHEH, Radwan Market orientation, learning orientation and organisational performance in international joint ventures. Asia Pacific Journal of Marketing and Logistics, v. 20, n. 3, p. 289–308, 2008. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

FERNANDES, Bruno Henrique Rocha.; FLEURY, Maria Tereza Leme; MILLS, John. Construindo o diálogo entre competência, recursos e desempenho organizacional. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 46, n. 4, p. 1-18, dez. 2006. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902006000400006>. Acesso em: 19/11/2016

FREIRE, Herick Jhonny Fernandes; SOUZA, Gerson Martins de; PEREIRA, Alonso Luiz. O capital intelectual nas organizações públicas. Negócios em Projeção, v. 6, n. 1, p. 259–276, 2015. Disponível em:. Acesso em: 19/11/2016

GAMA, António Pimenta da. An expanded model of marketing performance. Marketing Intelligence & Planning, v. 29, n. 7, p. 643-661. 2011. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

GOMES, Isabelle Sena; CAMINHA, Iraquitan de Oliveira. Guia para estudos de revisão sistemática: uma opção metodológica para as Ciências do Movimento Humano. Movimento, Porto Alegre, v. 20, n. 1, p. 395–411, jan./mar. 2014. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

GROSSI, Márcia Gorett Ribeiro et al. A utilização das tecnologias digitais de informação e comunicação nas redes sociais pelos universitários brasileiros. Texto Digital, Florianópolis, v. 10, n. 1, p. 4-23, jan../jul., 2014. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

GUEDES, Vânia L. S.; BORSCHIVER, Suzana. Bibliometria: uma ferramenta estatística para a gestão da informação e do conhecimento, em sistemas de informação, de comunicação e de avaliação científica e tecnológica. In: CINFORM – ENCONTRO NACIONAL DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 6., 2005, Salvador. Anais... Salvador: ICI/UFBA, 2005, p. 1-18, v. 6. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

GUISSONI, Leandro Angotti; NEVES, Marcos Fava. Ensaio sobre a Análise de Desempenho em Marketing e Aplicação de Métricas. Revista Brasileira de Marketing, v. 12, n. 4, 2013. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

HEVNER, Alan R. et al. Design science in information systems research. MIS Quaterly, Minessota, v. 28, n. 1, pp. 75-105, Mar. 2004. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA. Texto para Discussão (TD) 1941: Casos reais de implantação do modelo de gestão do conhecimento para a administração pública brasileira. Brasília: IPEA, 2014. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 set. 2016.

KAPLAN, Robert S. e NORTON, David P. A estratégia em ação: Balanced Scorecard. Tradução de Luiz Euclides Frazão Filho. 10. Ed.Rio de Janeiro: Campus, 1997.

LAMBERTI, Lucio; NOCI, Giuliano. Marketing strategy and marketing performance measurement system: exploring the relationship. European Management Journal, v. 28, n. 2, p. 139-152, Apr. 2010. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

LIAO, Ying et al. A mechanism for external competence transfer to improve manufacturing system capabilities and market performance. International Journal of Production Economics, v. 132, p. 68-78, jul. 2011. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

LOPES, Iago França; BEUREN, Ilse Maria. Evidenciação da inovação no relatório da administração: uma análise na perspectiva da Lei do Bem (Lei no. 11.196/2005). Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v. 6, n. 1, p. 109-127, 2016. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

MACHADO, Erika Santos et al. Capital Intelectual e Gestão do Conhecimento: Desafios dos Gestores de Recursos Humanos Diante dos Novos Contextos de Gerenciamento. Revista de Ciências Gerenciais, Londrina, v. 19, n. 30, p. 3-9, 2016. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

MACHADO, Lisiane et al. A Design Research como método de pesquisa de Administração: aplicações práticas e lições aprendidas. In: ENCONTRO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 37., 2013, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2013. Disponível em: Acesso em 14 Set. 2016.

MANSON, N. J. Is operations research really research? ORiON, v. 22, n. 2, p. 155 180, Dec. 2006. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

MARCH, Salvatore T.; SMITH, Gerald F. Design and natural science research in Information Technology. Decision Suport Systems, v. 15, n. 4, p. 251-266, 1995. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

MARCO, Cheila de Oliveira; SANTOS, Silvio Luciano. Inovação Tecnológica: o que há de incentivos fiscais na lei 11.196/2005 às empresas que investem em inovação tecnológica. Revista Eletrônica do Curso de Ciências Contábeis, Taquara, n. 4, 2014. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

MARINO, Aline Marques; PASSOS, Jonatas Fonseca; MAGALHÃES, Ana Lúcia. Redes sociais como mecanismos de otimização no processo de educação a distância (ead). SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA, 10., 2013. Resende, Rio de Janeiro. Anais... Resende: AEDB, 2013. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

MARTELETO, Regina Maria. Redes sociais, mediação e apropriação de informações: situando campos, objetos e conceitos na pesquisa em Ciência da Informação. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, Brasília, v.3, n.1, p.27-46, jan./dez., 2010. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

MARTELETO, Regina Maria; SILVA, Antônio Braz de Oliveira e. Redes e capital social: o enfoque da informação para o desenvolvimento local. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 3, p. 41-49, Dez. 2004. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016

MATTOS, Pedro Lincoln C. L. de. “Bibliometria”: a metodologia acadêmica convencional em questão. RAE-eletrônica, v. 3, n. 2, p. 1-6, 2004. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

MOORMAN, Christine; RUST, Roland T. The role of marketing. The Journal of Marketing, Birmingham, v. 63 (Special Issue 1999), p. 180-197, 1999. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

MORESI, Eduardo Amadeu Dutra. Inteligência organizacional: um referencial integrado. Ciência da Informação, Brasília, v. 30, n. 2, p. 35-46, Ago. 2001. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

MORGAN, Neil A. Marketing and business performance. Journal of the Academy of Marketing Science, v. 40, n. 1, pp. 102-119, Jan. 2012. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

MORGAN, Neil A.; CLARK, Bruce H.; GOONER, Rich. Marketing productivity, marketing audits, and systems for marketing performance assessment: integrating multiple perspectives. Journal of Business Research, v. 55, n. 5, p. 363-375, 2002. Disponível em: . Acesso em: 25/11/2016

MURRAY, Janet Y.; GAO, Gerald Yong; KOTABE, Masaaki. Market orientation and performance of export ventures: the process through marketing capabilities and competitive advantages. Journal of the Academy of Marketing Science, v. 39, n. 2, p. 252–269, Apr. 2011. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

O’CASS, Aron; WEERAWARDENA, Jay. The effects of perceived industry competitive intensity and marketing-related capabilities: drivers of superior brand performance. Industrial Marketing Management, v. 39, n. 4, p. 571-581, 2010. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016.

O'CONNOR, Gina Colarelli. et al. Grabbing Lightning: Building a Capability for Breakthrough Innovation. San Francisco: Jossey-Bass, 2008. 332p.

OLIVEIRA, Michel Ângelo C. de; GARCIA, Ricardo Alexandre Martins; MENDES, Dany Rafael Fonseca. Ambiente de inovação em micro e pequenas empresas: uma análise sob a ótica do radar da inovação. Multitemas, Campo Grande, 2015, n. 48. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

PARRY, Sara et al. Marketing for survival: a comparative case study of SME software firms. Journal of Small Business and Enterprise Development, West Yorkshire, v. 19, n. 4, p. 712-728, 2012. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

PAULA, Edemar Wolf de; BIGNETTI, Luiz Paulo. Estudo sobre as práticas de inovação e as estratégias adotadas por empreendedores de alta tecnologia. Revista Economia & Gestão, Belo Horizonte, v. 3, n. 6, 2003. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

PONCHIROLLI, Osmar; FIALHO, Francisco Antônio Pereira. Gestão estratégica do conhecimento como parte da estratégia empresarial. Revista FAE, Curitiba, v. 8, n. 1, p. 127-138, jan./jun. 2005. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

PORTER, Michael E. What is strategy? Harvard Business Review, Boston, v. 74, n. 6, p. 61-78, Nov/Dec. 1996. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

RAMOS, Altina; FARIA, Paulo M.; FARIA, Ádila. Revisão Sistemática de Literatura: contributo para a inovação na investigação em Ciências da Educação. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 14, n. 41, p. 17-36, Jan./Abr. 2014. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

RODRIGUES y RODRIGUES, Martius Vicente. Gestão do conhecimento: reinventando a empresa para uma sociedade baseada em valores intangíveis. Rio de Janeiro: IBPI Press, 2001.

RODRIGUEZ Y RODRIGUEZ, Martius Vicente. (Org.) Gestão do Conhecimento e Inovação nas Empresas. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2011.

ROMME, A. G. L.; DAMEN, I. C. M. Toward ScienceBased Design in Organization Development. The Journal of Applied Behavioral Science, v. 43, n. 1, p. 108-121, 2007. http://dx.doi. org/10.1177/0021886306297011

SAMPAIO, Claudio Hoffmann; PERIN, Marcelo Gattermann. Forms of market orientation in the retail apparel industry in Brazil. Academia. [2003?]. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

SANTOS, Rutemberg dos. et al. Desempenho organizacional e eficiência da conversão dos investimentos em tecnologia da informação no setor bancário brasileiro. In: ENCONTRO DE ADMINISTRAÇÃO DA INFORMAÇÃO, 1.,2007. Florianópolis, SC. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2007. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 set. 2016.

SANTOS, Washington Romão dos ; CARNEIRO, Teresa Cristina Janes. Inovação e desempenho organizacional: um estudo das publicações científicas da base web of knowledge. Revista Pensamento Contemporaneo em Administração, Rio de Janeiro, v. 7, n. 4, p 58-76, Out /Dez. 2013. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

SCHMIDT, Serje; BOHNENBERGER, Maria Cristina. Perfil Empreendedor e Desempenho Organizacional. RAC, Curitiba, v. 13, n. 3, p. 450-467, Jul./Ago. 2009. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

SCHREIBER, Dusan. O compartilhamento do conhecimento entre contratante e contratado no processo de externalização de atividades de P&D. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v. 5, n. 2, p. 127-146, 2015. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

SCHUMANN, Claudia Mara; COUTINHO, Cleonice Vieira; MARINO, Eduardo da Rosa. O uso das redes sociais na EAD. Revista Cesuca Virtual, Cachoeirinha, v. 2, n. 4, p. 106–116, 2015. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

SCHUMPETER, Joseph A. Capitalismo, socialismo e democracia. Tradução de Ruy Jungmann. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1961.

SILVA, Antônio Braz de Oliveira e et al . Análise de redes sociais como metodologia de apoio para a discussão da interdisciplinaridade na ciência da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 35, n. 1, p. 72-93, Abr. 2006. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016

SILVA, Fabio Braun; ALVES, Matheus de Arruda Rodrigues; OLIVEIRA, Paulo Roberto Miranda de. Práticas empreendedoras: uma análise das redes sociais como forma de impulsionar a gestão de vendas e os negócios das empresas. Revista Conbrad, Maringá, v. 1, n. 1, p. 157-190, 2016. Disponível em: <. Acesso em: 19/11/2016

SILVA, Paulino; SILVA, Rui Bertuzi. Gestão do desempenho organizacional numa empresa familiar: estudo de caso. In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO EM INVESTIGAÇÃO QUALITATIVA, 3., 2014, Badajoz. Atas... Badajoz: CIAIQ, 2014. v. 3, p. 396-398. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

SILVA, Schana Shirley. Estudo do processo de aprendizagem e mudança organizacional em micro e pequenas empresas frente à internacionalização dos seus negócios. 2012. 38f. Monografia (MBA Gestão Empresarial), Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, 2013. Disponível em: Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

SLATER, Stanley F.; OLSON, Eric M.; HULT, G. Tomas M. Worried about strategy implementation? Don’t overlook marketing’s role. Business Horizons, Indiana, v. 53, n. 5, p. 469-479, 2010. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

SOUZA, Fabiana Frigo et al. Interações entre contabilidade gerencial e inovação: análise bibliométrica. CONGRESSO BRASILEIRO DE CUSTOS, 23., 2016. Porto de Galinhas, PE. Anais... São Leopoldo: Associação Brasileira de Custos, 2016. Disponível em: . Acesso em 4 Dez. 2016.

SOUZA, Queila; QUANDT, Carlos. Metodologia de Análise de Redes Sociais. In: Fábio Duarte; Carlos Quandt; Queila Souza. (Org.). O Tempo das Redes. São Paulo: Perspectiva, 2008, p. 31-63.

TAKEUCHI, Hirotaka; NONAKA, Ikujiro. Gestão do conhecimento. Porto Alegre: Bookman, 2008. 320p.

TEIXEIRA FILHO, Jayme. Gerenciando Conhecimento. Rio de Janeiro: SENAC, 2000. 102 p.

TELLES, André. A Revolução das Mídias Sociais. 2. ed. São Paulo: M. Books, 2011.

TERRA, José Cláudio Cyrineu. Gestão do conhecimento: o grande desafio empresarial: uma abordagem baseada no aprendizado e na criatividade. 2. Ed. São Paulo: Negócio Editora, 2001.

TERRA, José Cláudio Cyrineu e GORDON, Cindy. Portais corporativos: a revolução na gestão do conhecimento. São Paulo: Negócio Editora, 2002.

TIDD, Joe; BESSANT, John; PAVITT, Keith. Gestão da Inovação. 3. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2008.

TIGRE, Paulo Bastos. Gestão da inovação. A economia da tecnologia no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Campus, 2006. 282p.

TRIERVEILER, Heron Jader; SELL, Denilson; PACHECO, Roberto Carlos dos Santos. A importância do conhecimento organizacional para o processo de inovação no modelo de negócio. Navus-Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, v. 5, n. 1, p. 113-126, Jan./Mar. 2015. Disponível em: Acesso em: 19/11/2016

VAISHNAVI, Vijay; KUECHLER, W. Design Research in Information Systems, 2004. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016 18 out. 2011.

VALENTIM, Celso Ricardo Salazar. Modelagem de conhecimento estratégico nos processos de negócio: proposta de um modelo suportado pela metodologia CommonKADS. 2008. 148f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008. Disponível em: Acesso em: 19/11/2016 14 Set. 2016.

VALENTIM, Marta Lígia Pomim. Gestão da informação e gestão do conhecimento em ambientes organizacionais: conceitos e compreensões. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, Salvador, v. 1, n. 1, 2008. Disponível em: . Acesso em: 25/11/2016 14 Set. 2016.

VAN AKEN, J. E. Management Research as a Design Science: Articulating the Research Products of Mode 2 Knowledge Production in Management. British Journal of Management, v. 16, p. 19-36, 2005. http://dx.doi. org/10.1111/j.1467-8551.2005.00437.x

van Eck, Nees Jan & Waltman, Ludo. Software survey: VOSviewer, a computer program for bibliometric mapping. Scientometrics, v. 84, n. 2, p. 523-538, 2010. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

WEERAWARDENA, Jay; O’CASS, Aron; JULIAN, Craig. Does industry matter? Examining the role of industry structure and organizational learning in innovation and brand performance. Journal of Business Research, v. 59, n. 1, p. 37-45, 2006. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

WONG, Ho Yin; MERRILEES, Bill. Multiple roles for branding in international marketing. International Marketing Review, v. 24, n. 4, p. 384-408, 2007. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016

YOO, Keedong; SUH, Euiho; KIM, Kyoung Yun. Knowledge flow-based business process redesign: applying a knowledge map to redesign a business process. Journal of Knowledge Management, v. 11, n. 3, p. 104-125, 2007. Disponível em: . Acesso em: 19/11/2016


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Projetos, Dissertações e Teses em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento
ISSN 2358-5501 (Online)