INOVAÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: APLICAÇÃO DO MODELO TAM/TTF PARA AVALIAÇÃO DO SISTEMA DE CONTROLE DE AFASTAMENTO NA UFMG

LEANDRO BARBOZA PERACIO

Resumo


O governo federal tem realizado esforços e iniciativas a fim de modernizar e melhorar a eficiência da máquina publica. Dentre essas iniciativas está o incentivo do uso de sistemas de informação por meio do programa de governo eletrônico e o mais recente esforço o decreto nº 8.539, que dispõe sobre o uso do meio eletrônico para a realização do processo administrativo no âmbito dos órgãos e das entidades da administração pública federal. Neste sentido de modernização e melhoria foi desenvolvido um sistema de informação que permite controlar todo o processo de afastamento de servidores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Porém de nada adianta investir em sistemas de informação sem que o mesmo seja efetivamente utilizado e aceito pelos seus usuários. Este trabalho teve como objetivo analisar o uso do sistema de informação para controle de afastamentos da UFMG, por meio da integração dos modelos TAM e TTF, sob a percepção dos usuários que utilizam o sistema como parte de seu processo de trabalho. A pesquisa é classificada como quantitativa e descritiva tendo como método de pesquisa o tipo survey e como população os funcionários dos setores que participam diretamente do processo de afastamento. Os resultados mostraram uma perspectiva muito positiva do usuário em relação ao sistema de afastamento, pois, todos os fatores apresentaram médias elevadas. Observa-se também que os usuários têm a intenção de continuar usando o sistema, percebem a utilidade do sistema e tem a percepção de que o sistema é fácil de utilizar.


Referências


AJZEN, I. The theory of planned behavior. Organizational Behavior and Human. Decision Process. v.2, n. 50, p.179-211, 1991.

AJZEN, I.; FISHBEIN, M. Attitudional and normative variables as predictors of specific behavior. Journal of Personality and Social Psychology, v. 1, n. 27, p.41-57, 1973.

ALONSO, Marcos. Custos no serviço público. Revista do Serviço Público, v. 50, n. 1, p. 37-63, 2014.

AMORIM, F. B.; TOMAÉL, M. I. O uso de sistemas de informação e seus reflexos na cultura organizacional e no compartilhamento de informações. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 1, n. 1, p. 74-91, 2011.

BABBIE, E. Métodos de pesquisa de Survey. Belo Horizonte: UFMG, 1999.

BALBE, Ronald Da Silva. Uso de tecnologias de informação e comunicação na gestão pública: exemplos no governo federal. Revista do Serviço Público, v. 61, n. 2, p. 189-209, 2014.

BENFORD, T. L., HUNTON, J. E. Incorporating information technology considerations into an expanded model of judgment and decision making in accounting. International Journal of Accounting Information Systems, v. 1, n. 1, p.54-65, 2000.

BOBSIN, Debora. A Percepção dos diferentes níveis hierárquicos quanto ao uso de um sistema de informação. 96f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federam de Santa Maria, Santa Maria/RS, 19 de junho de 2007.

BOBSIN, D. et al. O uso dos sistemas de informações e as diferenças entre os níveis hierárquicos: uma aplicação do modelo tam-ttf. Informação & Sociedade: Estudos, v. 20, n. 3, p. 123-134, 2010. Disponível em: . Acesso em: 26 Ago. 2016.

BOKHARI, Rahat. H. The relationship between system usage and user satisfaction: a meta-analysis. Journal of Enterprise Information Management, v. 18, n. 2, p. 211–234, 2005. Disponível em: . Acesso em: 22 de fev. 2016.

BRAGA, Lamartine Vieira et al. O papel do governo eletrônico no fortalecimento da governança do setor público. Revista do Serviço Público, 2008.

BRASIL, Decreto nº 1387, de 7 de fevereiro de 1995. Dispõe sobre o afastamento do País de servidores civis da Administração Pública Federal, e dá outras providências. Palácio do Planalto. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/D1387.htm. Acesso em: 22 de fev. 2016.

BRASIL, Lei nº 8112, de 11 de dezembro de 1990. Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. Palácio do Planalto. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8112cons.htm. Acesso em: 22 de fev. 2016.

BRASIL, Decreto nº 8539, de 8 de outubro de 2015. Dispõe sobre o uso do meio eletrônico para a realização do processo administrativo no âmbito dos órgãos e das entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional. Palácio do Planalto. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Decreto/D8539.htm. Acesso em: 22 de fev. 2016.

BRASIL. MCT. Livro verde. Ciência, tecnologia e inovação: desafio para a sociedade brasileira. SILVA, Cylon Gonçalves; MELO, Lúcia Carvalho Pinto (Coord.). Brasília: Ministério da Ciência e Tecnologia/Academia Brasileira de Ciências, 2001.

BRASIL. Ministério da educação. Análise sobre a Expansão das Universidades Federais 2003 a 2012. Brasília, DF, 2012. 29p.

BRITO, C. S. de; DIAS, G. A; SILVA, P. Aplicando o Technology Acceptance Model no sistema gerenciador de capacitação pessoal dos servidores do Fisco Estadual da Paraíba. Revista Biblionline, João Pessoa, v. 10, n. 1, p. 102-119, 2014.

COMPEAU, Deborah; HIGGINS, Christopher. Computer Self Efficacy: Development of a Measure and Initial Test. MIS Quarterly, v. 19, n. 2, p. 189-211, 1995.

CORRÊA, Davi Beltrão de Rossiter. Processo administrativo eletrônico. Revista Jus Navigandi, Teresina, n. 2850, 21 abr. 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 nov. 2016.

COSTA FILHO, Bento A.; PIRES, P. J. Avaliação dos Fatores Relacionados na Formação do Indice de Prontidão à Tecnologia – TRI (Technology Readiness Index) como antecedentes do Modelo TAM (Technology Acceptance Model). Anais do XXIX Encontro Anual da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração (ENANPAD). Brasília, 2005. Disponível em: . Acesso em: 22 de mar. 2016.

COSTA FILHO, Bento A.; PIRES, P. J.; COSTA HERNANDEZ, José Mauro da. Modelo Technology Acceptance Model – Tam Aplicado aos Automated Teller Machines – ATM’S. Revista de Administração e Inovação, v. 4, n. 1, p. 40-56, 2007.

DA CUNHA, Mônica Ximenes Carneiro et al. Análise da Implantação dos Sistemas de Informação em uma Instituição Federal de Ensino de Alagoas à Luz da Teoria Institucional. Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace, v. 2, n. 2, 2011.

DAVIS, F. D. A technology acceptance model for empirically testing new end user information systems: theory and results. [S.1.]: Thesis (Doctoral) – MIT, 1985.

DAVIS, F. D. Perceived Usefulness, Perceived Ease of Use, and User Acceptance of Information Technology, MIS Quarterly, v. 13, n. 3, p.319-340, 1989.

DAVIS, F. D.; Bagozzi, R. P.; Warshaw P. R. User acceptance of computer technology: A Comparison of two Theoretical Models. Management Science, v. 35, n. 8, p. 982-1003, 1989.

DAVIS, F. D.; Bagozzi, R. P.; Warshaw P. R. Extrinsic and Intrinsic Motivation to Use Computer in the Workplace. Journal of Applied Social Psychology. v. 22, p. 1111-1132, 1992.

DAVIS, F. D.; VENKATESH, V. A critical assessment of potential measurement biases in the technology acceptance model three experiment. International Journal of Human-Computer Studies, v. 45, n.1, p. 19-45, jul 1996.

DIAS, G. A. Periódicos eletrônicos: considerações relativas à aceitação deste recurso pelos usuários. Ciência E Informação, v. 31, n. 3, p. 18-25, 2002.

DISHAW, M. T.; STRONG, D. M. Extending the technology acceptance model with task Self-Efficac technology fit constructs. ACM SIGMIS Database. v. 36 , p. 9-21, 1999.

DISHAW, M. T., STRONG, D. M., BANDY, D. B. Extending task technology fit with computer self-efficacy. ACM SIGMIS Database. v. 37, n. 2-3, p. 96-197, Spring-Summer 2006.

EGOVBR, 2000. Programa de Governo Eletrônico Brasileiro. Disponível em:. Acesso em: 12 nov. 2015.

E-SERVICOS, 2007. Indicadores e Métricas para Avaliação de e-Serviços

http://www.governoeletronico.gov.br/anexos/indicadores-e-metricas-para-avaliacao-de-e-servicos. Acesso em: 12 nov. 2015.

FISHBEIN, M.; AJZEN, I. Belief, attitude, intention and behavior: an introduction to theory and research. Addison-Wesley, p. 578, 1975.

GANT, Diana B.; GANT, John P. Enhancing e-service delivery in state government. In: ABRAMSON, Mark A.; MORIN, Therese L. E-Government. Lanham, Maryland; Rowman & Littlefield Publishers, 2003.

GIL, António. Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1999.

GOODHUE, D. L.. Understanding user evaluations of information systems. Management Science. v. 41, n. 12, p. 1827-1844, 1995.

GOODHUE D. L.; THOMPSON, R.L., Task-technology fit and individual performance, MIS Quarterly, p. 213-236, 1995.

HAIR Jr., J.F. et al. Análise Multivariada de Dados. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

HOLMES, Douglas. E-Gov: E-business strategies for government. London: N. Brealey. p. 330, 2001.

HOPPEN, Norberto; LAPOINTE, Liette; MOREAU, Eliane. Um guia para avaliação de artigos de pesquisas em sistemas de informação. Revista Eletrônica de Administração. v. 2, n. 2, p.1-34, nov. 1996

KALAKOTA, Ravi; ROBINSON, Marcia. E-business: estratégia para alcançar o sucesso digital. Editora Bookman, 2002.

KING, William R. and HE, Jun (2005) "Understanding the Role and Methods of Meta-Analysis in IS Research,"Communications of the Association for Information Systems: Vol. 16, Article 32. Disponível em: http://aisel.aisnet.org/cais/vol16/iss1/32

KLOPPING, I. M.; MCKINNEY, E. Extending the technology acceptance model and the task-technology fit model to consumer e-commerce. Information Technology, Learning and Performance Journal, v. 22, n.1, Spring 2004.

KRAEMER, K. L.; KING, J. L. Computing and public organizations. Public Administration Review, n. 46, p.488-96, 1986.

KRAEMER, K. L.; DEDRICK, J. Computing and public organizations. Journal of Public Administration Research and Theory, v. 7, n. 1, p. 89-112, 1997.

LAUDON, K. C.; LAUDON, J. P. Management information systems: a contemporary perspective. New York: MacMillan, 1996.

LAUDON, K. C.; LAUDON, J. P. Sistemas de informação: com internet. Ed. LTC, 1999.

LAUDON, K. C.; LAUDON, J. P. Sistemas de informação gerenciais. 7. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2009.

LEDERER, Albert L.; MAUPIN, Donna J. The technology acceptance model and the world wide Web. Decision Support System . Vol. 29, n. 3, p. 269-282, 2000.

LEE, C., CHENG, H. K., CHENG, H.. An empirical study of mobile commerce in insurance industry: Task–technology fit and individual differences. Decision Support Systems, v.43, n.1, p.95-110, 2007.

LEONARD-BARTON, D., DESCHAMPS, I. Managerial Influence in the Implementation of New Technology. Management Science, v. 34, n.10, p. 1252–1265, 1988.

LIN, Wen-Shan; WANG, Chun-Hsien ,Antecedences to continued intentions of adopting e-learning system in blended learning instruction: A contingency framework based on models of information system success and task-technology fit, Computers & Education, v. 58, n. 1, p. 88-99, 2012.

LEGRIS, Paul; INGHAM, John ; COLLRETTE, Pierre. Why do people use information technology? A critical review of the technology acceptance model. Information & Management, vol.40, p.191-204, 2003.

LÖBLER, Mauri Leodir, VISENTINI , Monize Sâmara, FERREIRA, Ana Camila. Transversalidade entre cognição e sistemas de informação: um mapeamento dos principais periódicos internacionais. Organizações & Sociedade, vol. 18 n. 56, 2011.

LÖBLER, M. L.; BOBSIN, D.; VISENTINI, M. S.; VIEIRA, K. M. A percepção sobre a aceitação e o ajuste da tecnologia como determinantes do uso do comércio eletrônico como canal de compra. Contextus – Revista Contemporânea de Economia e Gestão, v. 8, n. 2, p. 41-54, 2010.

MALHOTRA, N. Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. 3ª.ed. Porto

Alegre: Bookman, 1999.

MOORE, G. C.; BENBASAT, I. Development of an Instrument to Measure the Perceptions of Adopting an Information Technology Innovation, Information System Resarch. v. 2, p 192-222, 1991

MOUAKKET, S.; BETTAYEB, A. M. Investigating the factors influencing continuance usage intention of Learning management systems by university instructors: The Blackboard system case, International Journal of Web Information Systems, v.11, n.4, p.491-509, 2015.

MUYLDER, Cristiana Fernandes et al. Sistema de Informação e Inovação em Órgão Público de Minas Gerais: sistema de autorização de impressão de documentos fiscais. TPA-Teoria e Prática em Administração, v. 3, n. 2, p. 175-199, 2013.

NUNNALLY, J.C. Psychometric theory, 2nd ed., McGraw-Hill, New York, 1978.

O'BRIEN, J. A. Sistemas de informação e as decisões gerenciais na era da internet. 3ª ed. São Paulo: Saraiva, 2001.

OLIVEIRA, D. L.; FERREIRA, E. P. S.; CARNEIRO, A. F.; COSTA, R. F.; PORTO, W. S. Sucesso de Sistemas de Informações na Administração Pública: Proposta de Um Modelo Exploratório. Future Studies Research Journal: Trends and Strategies, v. 7, n. 2, p. 63-95, 2015.

OLIVEIRA, Lya Cynthia Porto de; FALEIROS, Sarah Martins; DINIZ, Eduardo Henrique. Sistemas de informação em políticas sociais descentralizadas: uma análise sobre a coordenação federativa e práticas de gestão. Revista Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 49, n. 1, p. 23-46, Feb. 2015. Dispónivel em: . Acessado em 03, Nov. 2016.

PALLANT, J. SPSS Survival Manual. Open University Press, 2007.

PEREIRA, Rafael Morais et al. A Informatização de Processos em Instituições Públicas: o caso da Universidade Federal de Viçosa. Navus: Revista de Gestão e Tecnologia, v. 6, n. 1, p. 17-29, 2016.

PESTANA, M. H.; GAGEIRO, J. N. Análise de dados para ciências sociais: a

complementaridade do SPSS. 3ª ed. Lisboa: Edições Sìlabo, 2003.

PETERSON, R.A. A meta-analysis of Cronbach’s coefficient alpha. Journal of

Consumer Research, v.21, n.2, p.381-391, 1994.

PINSONNEAULT, Alain; KRAEMER, Kenneth L. The impact of information technology on middle managers.MIS Quarterly. v. 17, n. 3, p. 271-292, 1993.

REIS, Audálio Fernandes dos; DACORSO, Antonio Luiz Rocha; TENORIO, Fernando Antonio Guimarães. i do uso de tecnologias de informação e comunicação na prestação de contas públicas municipais - um estudo de caso no Tribunal de Contas dos Municípios do estado da Bahia. Revista De Administração Pública, Rio de Janeiro , v. 49, n. 1, p. 231-251, fev. 2015.

RODRIGUES FILHO, José; GOMES, Natanael Pereira. Tecnologia da informação no governo federal. Revista de Administração Pública, v. 38, n. 1, p. 93-108, 2004.

REISSWITZ, F. Análise De Sistemas. [S.l.]:Clube dos Autores, v.1, 2008.

REUNI, 2003. Reestruturação e Expansão das Universidades Federais. Disponível em: http://reuni.mec.gov.br/o-que-e-o-reuni. Acesso em: 17 de abr. 2016.

SALEH, Amir Mostafa. Adoção de tecnologia: Um estudo sobre o uso de software livre nas empresas. Dissertação (Mestrado na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.

SANTOS, Edvalter Souza. Governo eletrônico, administração pública e transformação social. Anais: Encontros Nacionais da ANPUR, v. 10, 2013.

SCHERER, F. Inovação na Prática: 15 programas de inovação para o setor público. Disponível em: http://exame.abril.com.br/rede-de-blogs/inovacao-na-pratica/2014/10/21/15-programas-de-inovacao-para-o-setor-publico. Data de acesso: 01/12/2015.

SCHOLAR GOOGLE, Google Acadêmico. Disponível em: https://scholar.google.com.br/citations?view_op=view_citation&hl=pt-BR&user=rKH2D8MAAAAJ&citation_for_view=rKH2D8MAAAAJ:u5HHmVD_uO8C. Acessado em: 10 de abr. 2016

SHORE, B. Introduction to computer information systems. New York : Dryden Press, 1989.

SILVA, André Luiz Matos Rodrigues da. A influência do treinamento de usuários na aceitação de sistemas ERP em empresas no Brasil. 118f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federam do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2005.

STAIR, Ralph; REYNOLDS, George W. Princípios de Sistema de Informação. 4ª. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2002.

TABACHINIK, B. G.; FIDELL, L. S. Using Multivariate Statiscs. 3 ed. New York: HarperColling, 1996.

TAYLOR, S.; TODD, P. A.; Assessing IT Usage: The Role of Prior Experience, MIS Quarterly, v. 19, p. 561-570, 1995a.

TAYLOR, S.; TODD, P. A.; Understanding Information Tecnhology Usage: A Test of Competing Models, Information Systems Research, v. 6, p.144-176, 1995b.

THOMPSON, Ronald L.; HIGGINS, Christopher A.; HOWELL, Jane M.. Personal Computing: Toward a Conceptual Model of Utilization. MIS Quarterly. v. 15, p. 125-143, 1991.

TOLENTINO, R. S.; TOLENTINO, R. J. V.; GONÇALVES FILHO, C.; SOUKI, G. Q. Análise do desempenho individual de usuários de Sistemas de Informação: um estudo integrativo dos modelos TAM e TTF. Revista de Administração FACES Journal, v. 6, n. 2, p. 91-103, 2007.

UFMG, Universidade Federal de Minas Gerais: Conheça a UFMG. Disponível em: https://www.ufmg.br/conheca/nu_index.shtml. Acessado em: 10 de abr. 2015.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS – PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS – UFMG/PRORH. ANP 15/2016: Afastamento No País. Disponível em: https://www.ufmg.br/prorh/wp-content/uploads/2016/01/anp.pdf. Acessado em: 15/11/2016.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS – PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS – PRORH. AFP 12/2016: Afastamento Para Estudo Ou Missão No Exterior. Disponível em: https://www.ufmg.br/prorh/wp-content/uploads/2016/01/afp.pdf. Acessado em: 15/11/2016.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS – PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS – PRORH. AME 17/2014: Afastamento Para Exercício De Mandato Eletivo. Disponível em: https://www.ufmg.br/prorh/wp-content/uploads/2014/02/ame.pdf. Acessado em: 15/11/2016.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS – PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS – PRORH. ACD 13/2013: Afastamento Para Participar De Competição Desportiva em: https://www.ufmg.br/prorh/wp-content/uploads/2014/02/acd.pdfAcessado em: 15/11/2016.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS – PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS – PRORH. ACF 126/2014: Afastamento No País. Disponível em: https://www.ufmg.br/prorh/wp-content/uploads/2014/03/acf.pdf. Acessado em: 15/11/2016.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS – PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS – PRORH. ACT 127/2015: Afastamento Para Prestar Colaboração Técnica. Disponível em: https://www.ufmg.br/prorh/wp-content/uploads/2015/10/act.pdf. Acessado em: 15/11/2016.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS – PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS – PRORH. ASO 18/2015: Afastamento Para Servir A Outro Órgão Ou Entidade. Disponível em: https://www.ufmg.br/prorh/wp-content/uploads/2014/08/aso.pdf. Acessado em: 15/11/2016.

VALLERAND, R. J. "Toward a Hierarchical Model of Intrinsic and Extrinsic Motivation"in Advances in Experimental Social Psychology. Adacemic Press, New Yourk, p. 271-360, 1997.

VENKATESH, V.; DAVIS, F. D. Theoretical extension of the technology acceptance model: four longitudinal field studies. Management Science, v. 46, n. 2, p.186-204, fev. 2000.

VENKATESH, V.; MORRIS, M.G.; DAVIS, G.B.; DAVIS, F.D. User Acceptance of

Information technology: Toward a Unified View. MIS Quarterly, v. 27, n. 3, p. 425-478, set. 2003.

VESSEY, I. Cognitive Fit: a theory-based analysis of the graphs versus tables literature. Decision Science, v. 22, n. 2, p. 219-240, 1991.

VLAHOS, George; FERRAT, Thomas W.; KNOEPFLE, George. The use of computer-based information systems by German managers to support decision making. Information and Management, v. 41, n.6, p. 763-779, jun, 2004.

ZIGURS, I., Buckland, B. K., Connolly, J. R., & Wilson, E. V. A test of task-technology fit theory for group support systems. ACM SIGMIS Database, v. 30, n. 3-4, p. 34-50, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Projetos, Dissertações e Teses em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento
ISSN 2358-5501 (Online)