A PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO DA MARCA NAS REDES SOCIAIS: UM ESTUDO DE CASO NA CEMIG

WAGNER DEBOSSAN DIAS

Resumo


O presente estudo buscou analisar o novo olhar do ambiente empresarial à luz das áreas de Gestão do Conhecimento e do Marketing, pontuando o processo de redefinição de suas estratégias, pós 1990, no contexto brasileiro, em meio a um ambiente mais competitivo. Tal realidade impôs às empresas a busca da redefinição de seus modelos estratégicos, de maneira a aproximar-se do seu consumidor, mais exigente, focando os aspectos intangíveis, no processo de formação do seu conhecimento. Para fundamentar este estudo, foi realizada uma revisão de literatura, abordando os conceitos de gestão do conhecimento, branding e redes sociais. A seguir, foi apresentado o processo de criação de conhecimento da marca como um ativo valoroso das empresas, por meio das ferramentas Web 2.0 e quais delas podem ser utilizadas na promoção do conhecimento da marca. O objeto deste estudo foi a empresa Cemig, que tem uma marca forte e presente nas redes sociais. Para aprofundamento do estudo, foi elaborado um questionário contendo 10 perguntas que foi enviado para os públicos da Cemig via e-mail e redes sociais. Os resultados foram coletados via Google Docs e submetidos a uma análise estatística para obter um resultado mais acurado e identificar grupos de interesse. Em seguida, também foram realizadas duas entrevistas com gestores da área de comunicação Institucional da Cemig. As entrevistas seguiram um roteiro semiestruturado, foram gravadas e o material apurado sucedido de uma análise de conteúdo do discurso organizacional. O que se apresenta nas redes sociais é um pouco diferente do que a empresa fala. Os resultados da pesquisa mostraram essa diferença e apresentaram um caminho a ser seguido que pode ser de grande valia para a empresa. Conclui-se que a criação e o compartilhamento de conhecimento por meio das ferramentas Web 2.0 requerem dos profissionais da informação novas posturas, novas habilidades e novas competências para auxiliar a organização para que ela se torne mais competitiva. A Cemig já tem todas as ferramentas, estrutura e material. Precisa apenas de uma adequação de linguagem para se tornar uma empresa mais forte nas redes sociais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Projetos, Dissertações e Teses em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento
ISSN 2358-5501 (Online)