AMBIENTES DE PROGRAMAÇÃO VOLTADA PARA CRIANÇAS SOB A PERSPECTIVA DA ENGENHARIA SEMIÓTICA

RODRIGO DE MATOS VARGAS

Resumo


Nesse atual cenário mundial, onde as mudanças acontecem em uma velocidade espantosa, novos desafios, novas tecnologias e novos atores aparecem e participam ativamente dessas mudanças. Essa pesquisa apresenta exatamente um desses novos atores, as crianças, as quais interagem cada vez mais cedo com essa diversidade tecnológica. A participação das crianças nesse cenário passa a ser mais ativa quando as mesmas começam a aprender linguagem de programação através de ambientes computacionais. Esses ambientes são avaliados através de sua metacomunicação com aplicação de métodos da Engenharia Semiótica. Assim sendo, a pesquisa tentará compreender e avaliar o processo de metacomunicação usuário-sistema e a contribuição do mesmo no processo de aprendizagem infantil.


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, C.C de. Peirce e a Organização da Informação: contribuição teórica da Semiótica e do Pragmatismo. Tese de Doutorado. Marília: Universidade Estadual Paulista – UNESP. Campus de Marília – Faculdade de Filosofia e Ciências.2009.

COELHO NETO, José Teixeira,2. imp. Semiótica, Informação e comunicação: diagrama da teoria do signo. São Paulo: Perspectiva, 1983.

D`Alviella, C.G. A migração dos símbolos. Tradução de Hebe Way Ramos e Newton Roberval Eichenberg.São Paulo: Pensamento.

PRATES, R.O.; BARBOSA, S. D. J. Introdução a teoria e a prática da interação humano computador fundamentada na engenharia semiótica. 2007. Disponível em < http://www2.serg.inf.puc-rio.br/docs/JAI2007_PratesBarbosa_EngSem.pdf>. Acesso em 10 de Agosto de 2014.

PEIRCE, C.S. Semiótica. 2005. Editora Perspectiva, São Paulo, 2005.

SANTAELLA, L. O que é Semiótica. Coleção primeiros passos: 103. São Paulo: Editora Brasiliense, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Projetos, Dissertações e Teses em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento
ISSN 2358-5501 (Online)