Sistema Especialista no controle da Corrupção Organizacional: proposta de um protótipo para instituições financeiras

LUCAS CRISTIANO FERREIRA ALVES

Resumo


O projeto visa o desenvolvimento de um protótipo de Sistema Especialista para identificar ações de desvio de conduta e práticas corruptas em instituições financeiras.

Texto completo:

PDF

Referências


ABEL, Mara. Sistemas Especialistas. Disponível em: http://www.din.uem.br/ia/especialistas/introdu.html. Acesso em: 13.abr.2013.

BANDEIRA DE MELLO, Celso Antônio. Discricionariedade e Controle Jurisdicional. 2. ed. São Paulo: Malheiros, 2006.

BARROS, A. J. S. e LEHFELD, N. A. S. Fundamentos de Metodologia: Um Guia para a Iniciação Científica. 2 Ed. São Paulo: Makron Books, 2000.

BITTENCOURT, Guilherme. Inteligência Artificial: Ferramentas e Teorias. Florianópolis: Editora da UFSC, 1998.

BRITO, Osias. Gestão de riscos: uma abordagem orientada a Riscos Operacionais. São Paulo: Saraiva, 2007. 246 p.

BROWN, A.J. 2006. “What We Are Trying to Measure? Reviewing the Basis of Corruption Definition.” In: Measuring Corruption (Law, Ethics and Governance), Burlington: Ashgate Publishing. ALATAS, Syed. 1990. Corruption: Its Nature, Causes and Functions. Aldershot: Avebury.

CARDOSO, J. P.; QUEIROZ, R. S. de; LOPES, C. R. S.; ROSA, V. A. Um Sistema Especialista para Apoio à Decisão em Exames Ortopédicos de Ombro, Cotovelo e Punho. Jequié [s.n.].

CGU - CONTROLADORIA GERAL DA UNIÃO. Princípios Empresariais para Combater o Suborno. Disponível em: http://www.cgu.gov.br/conferenciabrocde/arquivos/Portugues-Principios- Empresariais-para-Combater-o-Suborno-Pequenas-Medias.pdf. Acesso em: 03 ago.2013.

CNJ – CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA. Nepotismo - Disponível em: http://www.cnj.jus.br/programas-de-a-a-z/eficiencia-modernizacao-e-transparencia/pj- numeracao-unica/documentos/356-geral/13253-o-que-e-nepotismo. Acesso em: 30 jun.2013.

COSTA, Fernando Nogueira da. Mercado Negro ou Economia Subterrânea: Corrupção Privada. Disponível em: http://fernandonogueiracosta.wordpress.com/2013/07/16/mercado-negro-ou- economia-subterranea-corrupcao-privada. Acesso em: 04 ago.2013.

COSTA, José de Faria. O Crime de Abuso de Informação Privilegiada. Local da Edição: Antanhol: Coimbra, 2006.

CUNHA, Yuri Richard da Silva. Mecanismos de prevenção e combate à corrupção em bancos: Um estudo sobre a perspectiva de gerentes e funcionários de

instituições financeiras. 2011. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de ciências empresarias, Universidade Fumec, Belo Horizonte.

COUTRIM, Rosa Maria da E. et al. A prática de corrupção em empresas. Itabirito: [s. n.], 2005.

CUNHA, Fernanda dos Santos. Um sistema especialista para previdência. 1995. Dissertação (Mestrado) – Departamento de Pós-Graduação em Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

DUARTE, G.D.; LIMA, G.C.B.; PRUGNER, N.; DALMORO, Veranice. Implementação de um Mini-Sistema Especialista para Natação Especial Baseado em Regras de Produção. Rio Grande do Sul, v.1m n.1, mai. 2004.

EXPERT SINTA, Manual do desenvolvedor. Desenvolvido pelo Laboratório de Inteligência Artificial da Universidade Federal do Ceará (1995 - 1998).

EXPERT SINTA, Manual do usuário. Desenvolvido pelo Laboratório de Inteligência Artificial da Universidade Federal do Ceará (1995 - 1998).

FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS (FEBRABAN). Disponível em: . Acesso em: 23 set. 2013.

FERREIRA, Dra. Márcia. Do desvio de função, equiparação e enquadramento salarial. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2013.

GAMBETTA, Diego. 2002. “Corruption: An Analytical Map.” In: Political Corruption in Transition: A Skeptical Handbook, Budapest: Central Europe University.

GARCIA, Candice Schauffert. Sistema Especialista para avaliação do comportamento de pesticidas em bacias hidrográficas. 2005. Dissertação (Mestrado) - Departamento de Recursos Hídricos – Universidade Federal do Paraná.

GARCIA, Emerson. O nepotismo. JAM Jurídica. Salvador, ano 11, n. 4, p. 19, abr. 2006.

GARCÍA, J., J. L. RAYMOND, y T. VALDÉS. 1986. La detección del fraude en la imposición de la renta: Un análisis microeconométrico. Cuadernos Económicos de I.C.E. 34 (3): 45-63.

GIL, Antônio de Loureiro. Como evitar fraudes, pirataria e conivência. São Paulo: Atlas, 1998.

GILSON, Marc. Um Sistema Especialista para identificar insetos pode ser um agende num sistema multiagentes para Administração de Recursos naturais.

Departamento de Computação e Estatística, Centro de Ciências Exatas e Tecnologia. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2001).

HALL, Lawrence. O'Higgins, KANDEL, Abraham. Designing fuzzy expert systems. Rheinland: Verlag TÜV, 1986.

JESUS, Damásio E. de. Código Penal anotado. 11. ed., São Paulo: Saraiva, 2001.

JOHNSTON, Michael. 1996. “The Search for Definitions: The Vitality of Politics and the Issues of Corruption.” International Social Science Journal 48. no. 3:321-35.

JUSBRASIL – Suborno. Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/topicos/295514/suborno. Acesso em: 03 ago. 2013.

LUGER, George F. Inteligência Artificial: Estruturas e Estratégias para a Solução de Problemas Complexos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2004. 774 p. p. 23.

MANZI, Vanessa Alessi. Compliance no Brasil: consolidação e perspectivas. São Paulo: Ed. Saint Paul, 2008.

MIRABETE, Júlio Fabbrini. Manual de direito penal. 18. ed. São Paulo: Atlas, 2001.v. II.

MONARD, Maria Carolina; BARANAUSKAS, José Augusto. Aplicações de Inteligência Artificial: Uma Visão Geral. In: LAPTEC´2000 - CONGRESSO DE LÓGICA APLICADA À TECNOLOGIA, I, 2000, São Paulo. Anais... São Paulo: Faculdade SENAC de Ciências Exatas e Tecnologia, 2000. p. 339 – 348.

MORAIS, Eslei José de. Controles internos e estrutura de decisão organizacional: o caso da Contadoria do Banco do Brasil. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2005.

NASCIMENTO, Jose Carlos dos. Controle judicial dos atos administrativos em face da teoria do desvio de poder. Disponível em: . Acesso em: 30 jul.2013.

NUCCI, Guilherme de Souza. Manual de Direito: Parte Geral e Parte Especial. 3. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2007.

PARDINI, Daniel Jardim; COSTA Yuri Richard da Silva; MATUCK Priscila de Jesus Papazissis; FILHO Antonio Dias Pereira. Práticas de Corrupção e Mecanismos de Controle e Prevenção em Bancos Brasileiros: um Estudo sob a Perspectiva de Gerentes e Funcionários. In: Anais do XXXV, EnANPAD, 2011.

PARODI, Lorenzo. Monitor das Fraudes. Disponível em: . Acesso em: 30 jul.2013.

PASSOS, E. L. Inteligência Artificial e Sistemas Especialistas ao Alcance de Todos. Rio de Janeiro: Soc. Ben. Guilherme Guinle, 1989.

PRADO, Luis Régis. Elementos de direito penal. São Paulo: RT, 2003. v. 2.

RABUSKE, Renato Antônio. Inteligência Artificial. Florianópolis: Editora da UFSC, 1995.

RAMINA, Larissa L. O. Ação internacional contra a corrupção. Curitiba: Juruá, 2002.

Rich, Elaine; Knight, Kevin. Inteligência Artificial. 2. ed. Rio de Janeiro: McGraw-Hill, 1994. 722 p.

ROCHA, Andréa Presas. Igualdade salarial e regras de proteção ao salário. Jus Navigandi, Teresina, ano 12, n. 1597, 15 nov. 2007. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2013. RUSSEL, Stuart; NORVIG, Peter. Inteligência Artificial. 2. Ed. Rio de Janeiro: Campos, 2004.

SANCHES, Rogério. Peculato e seus tipos. Disponível em: . Acesso em: 03 ago. 2013.

SANTOS, Rafael Almeida dos. Compliance como ferramenta de mitigação e prevenção da fraude organizacional. 2011. Dissertação (Mestrado) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC-SP, São Paulo.

SAVARIS, S. V. A. M. Sistema especialista para primeiros Socorros para cães. 2002. 154. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal De Santa Catarina. Florianópolis 2002.

SEMERARO, Pietro. I delitti di millantato credito e traffico di influenza. Milano: Giuffre, 2000.

SILVA, C. R.; ROLIM, J.G.; Sistema Especialista para Análise de Pedidos de Desligamentos de Distribuição. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AUTOMÁTICA – CBA, XIII, (13; setembro; Florianópolis, SC). Anais... Florianópolis, p.1209 – 1214.

SPIRLANDELLI, Lennon Petrik; SANTOS, Guilherme Henrique Dias dos; RODRIGUES, Luciano; BANDOS, Melissa Franchini Cavalcanti. Sistemas especialistas: um estudo de caso com o expert sinta. Revista eletrônica de sistemas de informação e gestão tecnológica, Franca, n.1, v. 1, 2011.

SUÁREZ, P. R.; SABINO, B. L. F.; SOUZA, L. S. de S.; SOUZA, M. L. G. de S.; SILVA, R. T. F. Aplicação do processo de desenvolvimento no sistema especialista na área jurídica. s.n.t.

TÁCITO, Caio. Revista de Direito Administrativo, n. 228. Abril/Junho-2002. Rio de Janeiro: Renovar, 2002.

TEIVE, Raimundo Celeste Ghizoni. Planejamento da Expansão da Transmissão de Sistemas de Energia Elétrica Utilizando Sistemas Especialistas. 1997.Dissertação (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. Ano de 1997.

TELES, Ney Moura. Direito Penal III – Prevaricação. Disponível em: . Acesso em: 30 jul.2013.

VILAÇA, Márcio Luiz Corrêa. Pesquisa e ensino: considerações e reflexões. Revista do Curso de Letras da UNIABEU, Nilópolis, v. I, Número2, Ago. 2010.

XAVIER PY, Mônica. Sistemas especialistas: uma introdução. Instituto de informática, Universidade federal do Rio Grande do Sul. 2009. Disponível em Acesso em: 13 abr. 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Projetos, Dissertações e Teses em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento
ISSN 2358-5501 (Online)