Evolução das práticas de gestão do conhecimento nas organizações: Um estudo de caso em uma empresa de construção civil pesada

CARLOS HENRIQUE COTTA NATALE

Resumo


A gestão do conhecimento pode ser uma importante ferramenta para os gestores nos processos de tomada de decisão. Entretanto, tal conhecimento necessita ser mensurado para ser bem gerenciado nas organizações. Os modelos de maturidade em gestão do conhecimento cumprem esse papel, uma vez que a empresa pode ser capaz de identificar quais práticas de gestão do conhecimento precisam ser melhoradas, a partir da aplicação desses modelos. Este projeto tem como objetivo, identificar, por meio da aplicação de um modelo de maturidade, a percepção dos gestores em relação à evolução das práticas de gestão do conhecimento em uma empresa de construção civil pesada. O objetivo será alcançado a partir da análise qualitativa das entrevistas e questionários que serão aplicados na empresa. Além da aplicação do modelo, este projeto sugere uma metodologia para ajudar na identificação dos modelos mais adequados para serem aplicados nas organizações.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVARENGA NETO, R. C. D. Gestão do conhecimento em organizações: proposta de mapeamento conceitual integrativo. 2006 (Doutorado em Ciência da Informação) – PPGCI, Escola de Ciência da Informação da UFMG, Belo Horizonte.

AMADOR, S. R.; PÉREZ, M. D. La interdisciplinariedad en la organización de los procesos institucionales Interdicisplinarity in institucional process organization. Acimed, v. 18, n. 6, p. 1–18, 2008. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2013.

ANGELONI, Maria Terezinha. Elementos intervenientes na tomada de decisão. Ciência da Informação, v. 32, n. 1, p. 17–22, 2003. Disponível em: . Acesso em: 20 maio 2013.

ARAZY, O.; GELLATLY, I. R. Corporate Wikis: The Effects of Owners’ Motivation and Behavior on Group Members' Engagement. Journal of Management Information Systems, v. 29, n. 3, p. 87–116, 1 jan. 2012. Disponível em: Acesso em: 14 jul. 2013.

AUGUSTO, Rafael. Knowledge Management Maturity Model The Case Study of a Portuguese Technology. 2012. 44 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Corporativa) - ISEG - School of Economics and Management, Lisboa, 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2013.

BASKERVILLE, R.; DULIPOVICI, A. The theoretical foundations of knowledge management. Knowledge Management Research & Practice, v. 4, n. 2, p. 83–105, 2006.

BLAIR, A. M. Assessing Perceptions of Knowledge Management Maturity/Capabilities: A Case Study of SAF/FM. 2007. 108 f. Tese (Doutorado) - Department of the air force, Air University, Ohio, 2007. Disponível em: < http://oai.dtic.mil/oai/oai?verb=getRecord&metadataPrefix=html&identifier=ADA468368>. Acesso em: 08 maio 2013.

CHOI, S. Y.; LEE, H.; YOO, Y. The impact of information technology and transactive memory systems on knowledge sharing, application, and team performance: a field study. MIS Quarterly, v. 34, n. 4, p. 855–870, 2010.

CHUA, A. Y. K.; GOH, D. H. Untying the knot of knowledge management measurement: a study of six public service agencies in Singapore. Journal of Information Science, v. 34, n. 3, p. 259–274, 21 jan. 2008. Disponível em: http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.113.7800&rep=rep1&type=pdf. Acesso em: 13 maio 2013.

COSTA, Cleyverson P.; MOURA, Hermano P. de; LUNA, Alexandre J. H. de O. Modelos de Maturidade de Gestão do Conhecimento: Uma Análise Comparativa. Knowledge Creation

Diffusion Utilization, p. 1-8, 2009. Disponível em: . Acesso em: 11 set. 2013.

CUESTA, Juan Carlos Zulueta. Los elementos de gestión del conocimiento en la transferencia de tecnologías de la universidad a la empresa. Contribuciones a las ciencias sociales, p. 1– 12, maio/2011. Disponível em: < www.eumed.net/rev/cccss/12> Acesso em: 20 abr. 2013.

DAVENPORT, Thomas H. Ecologia da informação: porque só a tecnologia não basta para o sucesso na era da informação. São Paulo: Futura, 1998.

FONTANILLAS, Carlos Navarro; CRUZ, Eduardo Picanço; GONÇALVES, Jaqueline Pimentel de Souza. A gestão do conhecimento e os processos de informações nas organizações: estudo de caso em uma empresa off shore. Sustainable Business International Journal, n. 18, p. 1–28, 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2013.

GOLD, A.; MALHOTRA, A.; SEGARS, A. Knowledge management: an organizational capabilities perspective. Journal of Management Information, v. 18, n. 1, p. 185–214, 2001. Disponível em: Acesso em: 10 set. 2013.

GONÇALO, Cláudio Reis; JUNGES, Fabio Miguel; BORGES, Maria de Lourdes. Avaliação da gestão do conhecimento: modelos de mensuração. 30 ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, p. 15, 2010. Disponível em: . Acesso em: 25 maio 2013.

JUMO, Innocent. Knowledge Management Maturity Assessment in the Roads Engineering Environment. In: CONFERENCE ON ASPHALT PAVEMENTS FOR SOUTHERN AFRICA. 10., 2011, KwaZulu-Natal. Anais...Pretoria: [s.n.] 2011. Disponível em: . Acesso em: 18 abr. 2013.

KALE, S.; KARAMAN, E. Evaluating the Knowledge Management Practices of Construction Firms by Using Importance–Comparative Performance Analysis Maps. Journal of Construction Engineering and Management, n. dez., p. 1142–1153, 2011.

KHATIBIAN, N.; HASAN, T.; JAFARI, H. A. Measurement of knowledge management maturity level within organizations. Business Strategy Series, v.11, n.1, p. 54-70, 2010.

KRUGER, C. J.; SNYMAN, M. M. M. Formulation of a strategic knowledge management maturity model. SA Journal of Information Management, v. 7, n. 2, 2007a. Disponível em: http://sajim.co.za/index.php/SAJIM/article/download/261/252. Acesso em: 02 jun. 2013.

KRUGER, C.; SNYMAN, M. Guidelines for assessing the knowledge management maturity of organizations. SA Journal of Information Management, v. 9, n. 3, p. 1–12, 2007b.

KRUGER, C. J.; JOHNSON, R. D. Assessment of knowledge management growth: a South Africa perspective. Aslib Proceedings, v. 61, n. 6, p. 542–564, 2009. Disponível em: . Acesso em: 02 jun. 2013.

KRUGER, C. J.; JOHNSON, R. D. Information management as an enabler of knowledge management maturity: A South African perspective. International Journal of Information Management, v. 30, n. 1, p. 57–67, fev. 2010a.

KRUGER, C. J.; JOHNSON, R. D. Knowledge Management Maturity according to Organizational Size: A South African Perspective.18th European Conference on Information Systems. Anais...Pretoria: 2010b. Disponível em: . Acesso em: 05 jun. 2013.

KRUGER, C. J.; JOHNSON, R. D. Principles in knowledge management maturity: a South African perspective. Journal of Knowledge Management, v. 14, n. 4, p. 540–556, 2010c. Disponível em: . Acesso em: 07 jun. 2013.

KURIAKOSE, K.K.; RAJ, Baldev; MURTY, S.A.V. Satya; SWAMINATHAN, P. Knowledge Management Maturity Models – A Morphological Analysis. Journal of Knowledge Management Practice, v. 11, n. 3, p. 1-10, 2010. Disponível em: . Acesso em: 18 abr. 2013.

LYONS, Howard. Case study research methodology for publishing developments in ICT- facilitated learning in higher education – a prescriptive approach. Innovations in Education and Teaching International, v. 46, n. 1, p. 27-39, 2009. Disponível em: . Acesso em: 1 jun. 2013.

MARCONDES, Danilo. Aristóteles. In: MARCONDES, Danilo. Textos básicos de filosofia: Dos pré-socráticos a Wittgenstein. 7. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

MORENO, V.; SANTOS, L. H. A. DOS. Gestão do conhecimento e redesenho de processos de negócio: proposta de uma metodologia integrada. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 17, n. 1, p. 203–230, 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2013.

NANDITA, Sen. Improving Organization Performance through Knowledge Management Practices. Advances In Management, v. 6, n. 56, p. 56–61, 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2013.

NEVES, José Luis. Pesquisa Qualitativa – Características, usos e possibilidades. Caderno de pesquisas em Administração, v. 1, n. 3, p. 1-5, 1996. Disponível em: . Acesso em: 09 ago. 2013.

NONAKA, Ikujiro; TAKEUCHI, Hirotaka. Criação do conhecimento na empresa. São Paulo: ELSEVIER, 1997.

OLIVEIRA, T. M. V. de. Amostragem não probabilística: Adequação de Situações para uso e Limitações de amostras por Conveniência, Julgamento e Quotas. Revista Administração On Line. V.2 N.3, 2001. Disponível em: . Acesso em: 08 set. 2013.

OLIVEIRA, Mírian. Modelos de maturidade de gestão do conhecimento: quantidade ou qualidade?. In: CONFERÊNCIA DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, 11, 2011, Lisboa. Anais...Lisboa: [s.n.] 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 maio 2013.

OLIVEIRA, Mírian; BECKER, Grace Vieira; PEDRON, Cristiane Drebes; IGNA, Felipe Dall. Espiral do conhecimento em frameworks de gestão do conhecimento: o caso de duas organizações em Portugal. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 15, n. 3, p. 155-175, 2010. Disponível em: . Acesso em: 1 maio 2013.

OLIVEIRA, Mírian; PEDRON, Cristiane; ROMÃO, Mário; BECKER, Grace Vieira. Proposta de um modelo de maturidade para Gestão do Conhecimento: KM3. Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão, p. 11-24, 2011. Disponível em: . Acesso em: 1 maio 2013.

PEE, L G; KANKANHALLI, A. A Model of Organizational Knowledge Management Maturity based on People, Process, and Technology. Journal of Information & Knowledge Management, v. 8, n. 2, p. 79-99, 2009. Disponível em: .

PÉREZ, Maidelyn Díaz; DÍAZ, Yimian de Liz Contreras; AMADOR, Soleidy Rivero. El factor humano dentro de los procesos de la gestión de la información y el conocimiento en las organizaciones. Revista AIBDA, v. 29, n. 1-2, p. 1-10, 2010. Disponível em: . Acesso em: 6 abr. 2013.

PROBST, G.; RAUB, S.; ROMHARDT, K. Gestão do Conhecimento: Os elementos construtivos do sucesso. Tradução de Maria Adelaide Carpigiani. Porto Alegre: Bookman, 2002.

RABELO, Ricardo Alves; FERENHOF, Helio Aisenberg; RADOS, Gregório Varvakis; SELIG, Paulo Mauricio. Gestão do conhecimento em processos de transformação organizacional: o desenvolvimento da intimidade como fator facilitador. Perspectivas em Gestão e Conhecimento, v. 2, n. 1, p. 21–35, 2012. Disponível em: . Acesso em: 25 maio 2013.

RAMANIGOPAL, C. Knowledge Management Strategies for Successful Implementation in Aerospace Industry. Advances In Management, v. 5, n. 17, p. 17–22, 2012. Disponível em: < http://www.managein.net/pdf_Articles/December_2012/17-21=Article%203.pdf> Acesso em: 14 jul. 2013.

ROBINSON, Herbert S; CARRILLO, Patricia M; ANUMBA, Chimay J; AL-GHASSANI, Ahmed M. Knowledge Management Practices in Large Construction Organisations. Business Process Management Journal, v. 12, n. 6, p. 793–808, 2006. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2013.

ROSSETTI, A. G.; MORALES, A. B. T. O papel da tecnologia da informação na gestão do conhecimento. Ciência da Informação, v. 36, n. 1, p. 124–135, 2007. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2013.

SAINI, R. Model Development for Key Enablers in the Implementation of Knowledge Management. The IUP Journal of Knowledge Management, v. 11, n. 2, p. 46–63, 2013. Disponível em: < http://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=2261145> Acesso em: 14 jul. 2013.

SINGH, A. K.; SINGH, M. D.; SHARMA, B. P. Modeling of Knowledge Management Technologies : An ISM Approach. The IUP Journal of Knowledge Management, 2013.

SINHA, R. A Comparative Analysis of Knowledge Management Process Maturity Models. International Journal of Innovative Research and Studies, v. 2, n. 5, p. 221–234, 2013. Disponível em: . Acesso em: 17 jul. 2013.

SMITH, K. E. N. G.; MITCHELL, T. R.; SUMMER, C. E. Top Level Management Priorities in Different Stages Of The Organizational Life Cycle. Academy of Management Journal, v. 28, n. 4, p. 799–820, 1985. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2013.

TARAPANOFF, Kira. Informação, conhecimento e inteligência em corporações: relações e complementaridade. Brasília: IBICT, 2006.

TERRA, J. Gestão do conhecimento: o grande desafio empresarial. Terra Forum, p. 1–6, 2005. Disponível em: . Acesso em: 12 ago. 2013.

TORRES, R. F.; NEVES, J. T. R. Gestão estratégica da informação: Estudo de caso em uma prestadora de serviços de tecnologia da informação. DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação, v. 9, n. 1, 2008. Disponível em: . Acesso em: 18 ago. 2013.

VAN-DE-VEM, A. H. Explaining Development and Change. Academy of Management Review, v. 20, n. 3, p. 510–540, 1995. Disponível em: < http://www.imamu.edu.sa/topics/IT/IT%206/EXPLAINING%20DEVELOPMENT%20AND %20CHANGE%20IN%20ORGANIZATIONS.pdf>. Acesso em: 28 abr. 2013.

VENTURA, Magda Maria. O estudo de caso como modalidade de pesquisa. Revista SoCERJ, v. 20, n. 5, p. 383–386, 2007.

VERGARA, Sylvia Constant. Começando a definir a metodologia. 7. ed. São Paulo: Atlas S.A., 2006.

VIDAL, J. A.; ALCAMÍ, R. L. Gestión del conocimiento y desempeño innovador: un estudio del papel mediador del repertorio de competencias distintivas. Cuadernos de Economía y Dirección de la empresa, p. 117–138, 2005. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2013.

XAVIER, M. B. G. Mensuração da maturidade da governança de ti na administração direta federal brasileira. 2010 (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Católica de Brasília, Brasília.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Projetos, Dissertações e Teses em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento
ISSN 2358-5501 (Online)