AVALIAÇÃO DA COMUNICABILIDADE EM JOGOS DE DISPOSITIVOS MÓVEIS: Um estudo da relevância dos signos em jogos Tower Defense.

VINÍCIUS SILVA DE ANDRADE

Resumo


Análise de Jogos Digitais do sub-gênero Tower Defense por meio do Método de Avaliação de Comunicabilidade fundamentado na Engenharia Semiótica. com o objetivo de analisar a interface de jogos digitais para dispositivos móveis, para identicar algumas de suas caractersticas semióticas semelhantes. Contudo, este projeto de pesquisa buscara responder e: Quais são as caractersticas semióticas semelhantes, contidas nas interfaces dos jogos digitais para dispositivos móveis, capazes de fazer com que estes jogos tenham maior sucesso de vendas em seus respectivos repositorios?

 


Texto completo:

PDF PDF

Referências


ADAMS, D. The State of the RTS: We take a look at the past, present, and future of the RTS genre with the help of some industry heavies. Acessado em 19 de Mar¸co de 2013. Abril 2006. Dispon´ıvel em: .

ADLER, P.; WINOGRAD, T. Usability: Turning technologies into tools. Oxford University Press, New York, 1992.

ALMEIDA, M. L. P. de. Como elaborar monografias. n. 4, 1996.

APPLE. Apps that are ready for anthing. Acessado em 01 de Abril de 2013 - Apple Inc. Mar¸co 2013. Dispon´ıvel em: .

BATTAIOLA, A. L. Jogos por computador: Hist´orico, relevˆancia tecnol´ogica e mercadol´ogica, tendˆencias e t´ecnicas de implementa¸c˜ao. In: . [S.l.: s.n.], 2000.

BLOG, G. O. Introducing Google Play: All your entertainment, anywhere you go. Acessado em 01 de Abril de 2013. Mar¸c 2012. Dispon´ıvel em: . CAF´E, A. A. Desenvolvimento de Cross-Platform Mobile Apps Utilizando o Titanium Mobile. Acessado em 25 de Mar¸co de 2013. Dezembro 2012. Dispon´ıvel em:

CRAWFORD, C. The Art of Digital Game Design. Vancouver: Washington State University, 1982.

FARAGO, P. Is it Game Over for Nintendo DS and Sony PSP? Aces- sado em 15 de fevereiro de 2013. Novembro 2011. Dispon´ıvel em: .

FISCHER, G. Beyond ’couch potatoes’: From consumers to designers. In: . Asia Pacific: Computer-Human Interaction Conference, 1998. p. 2–9.

HERBST, L. Dicas de games para iOS: defenda-se se for capaz. Aces- sado em 15 de fevereiro de 2013. Dezembro 2011. Dispon´ıvel em: .

HUIZINGA, J. Homo Ludens - vom Unprung der Kultur im Spiel. Traduc¸˜ao: Jo˜ao Paulo Monteiro. Revis˜ao: Mary Amazonas Leite de Barros. Produ¸ca˜o: Ricardo W. Neves e Adriana Garcia. S˜ao Paulo: Editora Perspectiva S.A., 2000. Dispon´ıvel em: .

IFPI. Recording Industry in Numbers 2010. International Federation of the Phonographic Industry. [S.l.], 2010.

IRVINE, C. World of Warcraft Subscriber Base Reaches 11.5 Million Worldwide. Acessado em 11 de Novembro de 2012. Dezembro 2008. Dispon´ıvel em: <¡http://us- .blizzard.com/enus/company/press/pressreleases.html?081121>. J´ UNIOR, M. A. P.; CASTRO, R. de O. Um estudo de caso da plataforma An- droid com Interfaces Adaptativas. Acessado em 25 de Mar¸co de 2013. 2011. Dispon´ıvel em: .

JUUL, J. Half-Real: Video Games between Real Rules and Fictional Worlds. ISBN: 0262101106. [S.l.]: The MIT Press, 2005.

KASTENSMIDT, C. Os impactos das tecnologias dos jogos digitais multijogadores na jogabilidade social. Famecos/PUCRS, Porto Alegre, n. 23, Agosto 2010.

LEITE, L. L. Colabora¸c˜ao entre pares para melhor compreens˜ao da mensagem do designer via sitema de ajuda. Tese de Doutorado. Porto Alegre: [s.n.], Mar¸co 2012.

LUCCHESE, F.; RIBEIRO, B. Conceitua¸c˜ao de jogos digitais. S˜ao Paulo, 2009. Dispon´ıvel em: .

MATTOS, B. A. M. Uma Extens˜ao do M´etodo de Avalia¸c˜ao de Comunicabilidade para Sistemas Colaborativos. Disserta¸ca˜o de Mestrado. Belo Horizonte: [s.n.], Setembro 2010.

MICROSOFT, G. S. Civilizations. Acessado em 19 de Mar¸co de 2013. 2010. Dispon´ıvel em: .

MPAA. Theatrical market statistics. [S.l.], 2011. Dispon´ıvel em: .

NIELSEN, J.; LORANGER, H. Usabilidade na Web: Projetando Websites com qualidade. Rio de Janeiro: Editora Campus, 2006.

PEERBOLTE, J. Game Design Document: Tactical Turret Defense Game. Introduction To Game Development - Acessado em 21 de Mar¸co de 2013. Abril 2009. Dispon´ıvel em: . PETR´O, G. Sucesso de brasileiros na cria¸c˜ao de games p˜oe mer- cado em evidˆencia. Globo, S˜ao Paulo, Julho 2011. Dispon´ıvel em:

PRATES, R. O.; BARBOSA, S. D. J. Introdu¸ca˜o ´a teoria e a pr´atica da intera¸ca˜o humano computador fundamentada na engenharia semi´otica. p. 337, Janeiro 2007.

SALVADOR, A. D. M´etodos e t´ecnicas de pesquisa bibliogr´afica. Porto Alegre: Sulina, n. 4, 1986.

SANTAELLA, L. O que ´e Semi´otica. Cole¸ca˜o primeiros passos: 103. S˜ao Paulo: Editora brasiliense, 1999.

SOUZA, C. S. . D. The semiotic engineering of human-computer interaction. [S.l.]: The MIT press, 2005.

SOUZA, C. S. D. et al. Projeto de interfaces de usu´ario: Perspectivas cognitiva e semi´otica. Anais da Jornada de Atualiza¸ca˜o em Inform´atica, XIX Congresso da Sociedade Brasileira de Computa¸ca˜o, Rio de Janeiro, junho 1999.

SOUZA, M. C. de. O desafio do conhecimento. 1993.

STUDIOS, E. Welcome to a world called Age of Empires III. Acessado em 19 de Mar¸co de 2013. 2010. Dispon´ıvel em: .

THIBODEAU, P. Gartner’s top 10 tech trends for 2013. Fevereiro 2012. Dispon´ıvel em: .

WETZEL, C. What is a ”tower defense”game? Aces- sado em 21 de Mar¸co de 2013. Abril 2009. Dispon´ıvel em: .

WOODSON, W. E.; TILMAN, B.; TILMAN, P. Human factors design handbook. Mcgraw Hill, n. 2, 1981.

WU, J. Global Video Game Market Forecast. [S.l.], maio 2011. Dispon´ıvel em: .


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Projetos, Dissertações e Teses em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento
ISSN 2358-5501 (Online)