FORMAS ORGANIZACIONAIS NO SETOR DE INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA

Dimária elles, Eliana da Cruz Yoshida, Ricardo presz Palmaka

Resumo


Considerado o primeiro passo numa análise demográfica organizacional, a caracterização da forma organizacional define os limites entre as várias populações e permite compreender a dinâmica competitiva intra e interpopulações. De acordo com a literatura de Ecologia Organizacional, ao observar os tipos de empresas selecionadas numa determinada população organizacional, é possível identificar os critérios de seleção em funcionamento no ambiente competitivo. Em algumas populações de empresas, a própria legislação define os contornos das formas organizacionais, como é o caso das populações de empresas de intermediação financeira, foco deste artigo. Todavia, a legislação não é explícita no que diz respeito às dimensões da forma organizacional. Identificaram-se quatro aspectos da legislação (denominação social; objeto social; capital e patrimônio mínimo; natureza da propriedade e sociedade) correspondentes às seguintes dimensões: identidade, objetivos, recursos, controle e autoridade.

Palavras-chave


Forma organizacional. Ecologia organizacional. Serviços financeiros.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/pretexto.v12i1.661

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo