FATORES DETERMINANTES PARA A CONFIGURAÇÃO DA CADEIA REVERSA DE EMBALAGENS DE AÇO PARA BEBIDAS

José Carlos Lazaro Silva Filho, Mônica Cavalcanti Sá Abreu, Daniel Carneiro Lima

Resumo


O trabalho identifica e analisa a formação da cadeia reversa de embalagens de aço para bebidas. Utiliza-se o modelo de Delmas e Toffel (2004) para a identificação e configuração das pressões institucionais das partes interessadas e suas influências nas práticas de gestão ambiental. Foram entrevistadas as empresas chaves participantes da cadeia, que incluem a fabricante de embalagens de aço, a empresa envasadora de bebidas e a recicladora das embalagens de aço, usando uma abordagem qualitativa. Como resultado, o trabalho apresenta o desenho da cadeia direta e reversa da embalagem de aço e as pressões dos stakeholders nas estratégias ambientais das empresas entrevistadas. O trabalho identificou o esforço das empresas na estruturação da cadeia reversa, através de subsídios privados da empresa fornecedora da embalagem de aço, em decorrência da pressão exercida pela empresa cliente, levando a operacionalização de um complexo programa de reciclagem.

Palavras-chave


Logística Reversa, Administração da Produção, Cadeia de Suprimentos Verde, Stakeholders, Modelo das Pressões Institucionais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/pretexto.v11i3.650

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo