Gestão Internacional de Pessoas: Novas Possibilidades de Pesquisa

André Luiz Mendes Athayde, Claudia Luciana Tolentino Santos, Gisela Demo Fiuza, Ana Carolina Rezende Costa

Resumo


Objetivando verificar como o estudo no campo da Gestão Internacional de Recursos Humanos reflete-se em nível nacional, esta pesquisa buscou dar sequência à bibliometria de Silva, Orsi e Nakata (2013) que teve como marco final o ano de 2011. Identificaram-se os padrões demográficos, metodológicos e temáticos de artigos sobre o assunto, publicados entre janeiro de 2012 e junho de 2017 em 32 periódicos brasileiros de primeira linha. Os resultados apontaram a necessidade de se abordarem, dentre outros temas, o papel e importância da Gestão Internacional de Recursos Humanos, fugindo de um enfoque puramente operacional e burocrático sobre os processos de Expatriação. Conclui-se que o fato de a temática ser pouco estudada no país, traz, por si, grandes oportunidades de pesquisa que possam dar base científica à gestão organizacional, tornando-a mais efetiva.


Palavras-chave


Gestão Internacional de Pessoas, Revisão Bibliométrica, Produção Nacional, Institucionalização da Pesquisa no Brasil, Agenda de Pesquisa

Texto completo:

PDF

Referências


ARMSTRONG, M. Armstrong’s Handbook of Strategic Human Resource Management. London: Kogan Page, 2011.

ARAÚJO, R. F.; ALVARENGA, L. A bibliometria na pesquisa científica da pós-graduação brasileira de 1987 a 2007. Revista Eletrônica de Biblioteconomia, v. 16, n.31, p. 51-70, 2011. URL: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2011v16n31p51

ARAÚJO, B. F. von B. de; TEIXEIRA, M. L. M.; CRUZ, P. B. da; MALINI, E. Adaptação de expatriados organizacionais e voluntários: similaridades e diferenças no contexto brasileiro. Revista de Administração – RAUSP, v. 47, n. 4, p. 555-570, 2012. URL: http://www.scielo.br/pdf/rausp/v47n4/a04v47n4.pdf

BOLINO, M. C.; FELDMAN, D. C. Increasing the skill utilization of expatriates. Human Resource Management, v. 39, n. 4, p. 369-380, 2000. URL: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/1099-050X(200024)39:4%3C367::AID-HRM7%3E3.0.CO;2-7/full

FLEURY, A.; FLEURY, M. T. L. Internacionalização das empresas brasileiras: em busca de uma abordagem teórica para os late movers. In: A. Fleury, M. T. L. Fleury (Org.) Internacionalização e os Países Emergentes. São Paulo: Atlas, 2007.

GALLON, S.; SCHEFFER, A. B. B.; BITENCOURT, B. M. A expatriação e o seu papel estratégico nas empresas internacionalizadas. Revista Eletrônica de Negócios Internacionais, v. 9, n. 3, p. 38-56, 2014. URL: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/126288/000972401.pdf?sequence=1

GUO, C.; AL ARISS, A. Human resource management of international migrants: current theories and future research. The International Journal of Human Resource Management, v. 26, n. 10, p. 1287-1297, 2015. DOI: 10.1080/09585192.2015.1011844

HENRIQUES, A. C. V.; ANTUNES, E. D. D.; MACKE, J. Para além dos aspectos tecnológicos na transferência intercultural de conhecimento: o papel da área de recursos humanos internacional. Revista Eletrônica de Administração, v. 74, n. 1, p. 247-273., 2013. URL: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-23112013000100010&script=sci_abstract&tlng=pt

HILL, C. W. L. International Business: Competing in the Global Marketplace. New York, NY: McGraw-Hill, 2005.

HOFSTEDE, G. Culture’s consequences: Comparing values, behaviors, institutions and organizations across nations. Thousand Oaks: Sage, 2001.

KOSTOVA, T.; ROTH, K.; DACIN, M. T. Institutional theory in the study of multinational corporations: A critique and new directions. Academy of management review, v. 33, n. 4, p. 994-1006, 2008. URL: http://amr.aom.org/content/33/4/994.abstract

LAURENT, A. The cross-cultural puzzle of international human resource management. Human Resource Management, v. 25, p. 91-102, 1986. DOI: 10.1002/hrm.3930250107

LIMA, L. C. Gestão internacional de recursos humanos e desafios a serem superados. Revista Eletrônica de Negócios Internacionais, v. 11, n. 2, p. 1-5, 2016. URL: http://internext.espm.br/index.php/internext/article/view/376

MILLER, E. L. The international selection decision: A study of some dimensions of managerial behavior in the selection Decision Process. Academy of Management Journal, v. 16, n. 2, p. 239-252, 1973. URL: https://www.jstor.org/stable/255325?seq=1#page_scan_tab_contents

MOBILITY BRASIL. Global Line em parceria com a FIA, ABRH-RJ e ABRH-SP, 2016. URL: http://www.gline.com.br/mobility_brasil_2016.pdf

NOGUEIRA, A. M.; BARRETO, M. S. P.; DELGADO, M. P. Gestão de recursos humanos no processo de internacionalização. Revista Eletrônica de Negócios Internacionais, v. 8, n. 1, p. 48-67, 2013. URL: http://internext.espm.br/index.php/internext/article/view/150

PUCIK, V. Human resources in the future: an obstacle or a champion of globalization. Human Resource Management, v. 36, p. 166-167, 1997. URL: https://digitalcommons.ilr.cornell.edu/cgi/viewcontent.cgi?referer=https://www.google.com.br/&httpsredir=1&article=1180&context=cahrswp

REMONDES, J.; VINHAS, J. A problemática da expatriação na gestão internacional de recursos humanos: estudos aplicados em PME do centro e norte de Portugal. Revista Eletrônica de Negócios Internacionais, v. 9, n. 3, p. 16-37, 2014. URL: http://www.spell.org.br/documentos/ver/33703/a-problematica-da-expatriacao-na-gestao-internacional-de-recursos-humanos--estudos-aplicados-em-pme-do-centro-e-norte-de-portugal

REYNOLDS, C. Global Compensation and benefits in transition. Compensations and Benefits Review, v. 32, n. 1, p. 28-38, 2000. URL: http://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/088636870003200105?journalCode=cbrb

SCHULER, R.; TARIQUE, I. International human resource management: a North American perspective, a thematic update and suggestions for future research. The International Journal of Human Resource Management, v. 18, n. 5, p. 717-744, 2007. DOI: 10.1080/09585190701246590

SILVA, N. B.; ORSI, A.; NAKATA, L. E. Análise da Produção Acadêmica sobre Gestão Internacional de Recursos Humanos entre 2001 e 2011. Revista de Carreiras & Pessoas, v. 3, n. 3, p. 50-60, 2013. URL: https://revistas.pucsp.br/index.php/ReCaPe/article/view/17703

SIMONELLI, B. T.; ARAÚJO, B. F. von B. de. Adaptação de cônjuges e de expatriados e sua relação com o desempenho em designações internacionais. Revista Eletrônica de Negócios Internacionais, v. 11, n. 2, p. 21-34, 2016. URL: http://internext.espm.br/index.php/internext/article/view/323

TANURE, B.; DUARTE, R. G. O impacto da Diversidade Cultural na gestão Internacional. In: Tanure, B.; Duarte, R. G. (Org.). Gestão Internacional. São Paulo: Saraiva, 2006.

TAGUE-SUTCLIFFE, J. An introduction to informetrics. Information processing & management, Oxford, v. 28, n. 1, p. 1-3, 1992. URL: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/030645739290087G

TAYLOR, S.; BECHLER, S.; NAPIER, N. Toward an integrative model of strategic

international human resource management. Academy of Management Review, v. 21, n. 4, p. 959-985, 1996. URL: https://www.jstor.org/stable/259160

VANCE, C. M.; PAIK, Y. Managing a Global Workforce-Challenges and Opportunities. London: M. E. Sharpe, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.21714/pretexto.v20i2.5971

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo