Significados de Planos de Saúde para Consumidores de Baixa Renda

Luiz Felipe Feltrim, Marcus Wilcox Hemais

Resumo


A partir dos anos 2000, cresceu o número de consumidores de baixa renda com planos de saúde. Para esse público, além do acesso a hospitais, clínicas e médicos privados, tais planos apresentam significados de consumo que perpassam seus benefícios funcionais. Todavia, o entendimento desses significados ainda é pouco explorado em marketing. O presente estudo busca, portanto, analisar os significados associados por consumidores de baixa renda a planos de saúde. Para isso, foram realizadas 18 entrevistas em profundidade com esses consumidores que possuem ou possuíram tais planos. É possível perceber que o acesso a planos de saúde causa melhora na qualidade de vida desses consumidores, embora exista uma fragilidade da posse desse serviço, por ser oferecido como um benefício a empregados. Além disso, o plano lhes oferece um sentimento de dignidade. Conclui-se que, para consumidores de baixa renda, planos de saúde apresentam significados de inclusão social e maior aprendizado sobre como ser um consumidor.


Palavras-chave


Plano de saúde, consumidor de baixa renda, cultura e consumo, significados

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/pretexto.v20i4.5517

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo