A INFLUÊNCIA DA GESTÃO FAMILIAR, NO SEGMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL, NA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ORGANIZACIONAL

Leonardo Fabris Lugoboni, Marcus Vinicius Moreira Zittei, Stefhany Ariane Barros, Elubian de Moraes Sanchez

Resumo


As empresas familiares enfrentam, por essência, vários desafios. Deste modo, a competição faz com que estas recorram a estratégias que as auxiliem a aumentar seu desempenho. Dentre essas estratégias, encontra-se a prática de gestão do desempenho organizacional, foco deste estudo. Entretanto, em muitos casos as relações profissionais colidem com as relações familiares, e devido à influência dos aspectos culturais, a profissionalização desse tipo de organização torna-se um desafio. Partindo dessa premissa, o objetivo desta pesquisa foi avaliar os principais aspectos culturais em empresas familiares e como eles afetam a gestão do desempenho organizacional. Para atingir este objetivo, realizou-se uma pesquisa de natureza exploratória, por meio de um estudo de caso múltiplo. O estudo compreendeu quatro empresas familiares dentro do segmento de construção civil, utilizando a entrevista semiestruturada como técnica para coleta de dados. Constatou-se que todas as empresas estudadas têm a presença da família na gestão e a cultura organizacional é permeada pelos valores do fundador. No momento de tomada de decisão, há a presença de opiniões da família, inclusive de integrantes que não participam da administração e, por consequência, a decisão final é centralizada nos fundadores. As empresas da amostra utilizam como ferramenta de gestão do desempenho os indicadores financeiros e não financeiros, entretanto, esta ferramenta está sobre a influência da cultura organizacional e dos gestores familiares. Não houve, entretanto, evidências que permitissem a conclusão de que tais características comprometessem ou não a continuidade dessas organizações.


Palavras-chave


gestão do desempenho; empresas familiares; indicadores; cultura; cultura organizacional

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/pretexto.v19i2.5314

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo