CARACTERÍSTICAS COMPORTAMENTAIS EMPREENDEDORAS E SUA IMPORTÂNCIA NA ATUAÇÃO PROFISSIONAL

Débora Regina Schneider Locatelli, Marco Antonio Pinheiro da Silveira, Naira Elizabete Barbacovi

Resumo


O objetivo do estudo foi analisar quais características comportamentais empreendedoras (CCE) são evidenciadas nos estudantes de Engenharia e a importância delas para a atuação profissional. Também buscou-se verificar se há diferença entre gêneros em relação a CCEs; identificar em qual dos grupos de CCEs os acadêmicos estão mais desenvolvidos e por fim comparar as CCEs e as exigências para a atuação profissional dos engenheiros. A pesquisa empregou duas etapas, a primeira quantitativa descritiva, e a segunda qualitativa documental. O estudo foi realizado com estudantes de Engenharia Ambiental que cursaram a disciplina de Empreendedorismo, em quatro semestres diferentes, somando 132 alunos. A coleta de dados foi realizada utilizando-se o instrumento criado por McClelland. Foram identificadas, no grupo estudado, a presença das CCEs, não havendo diferença significativa entre os gêneros. Concluiu-se que, embora a regulamentação para atuação profissional do engenheiro não traga explicitamente que este deva ser empreendedor, nas entrelinhas das regulamentações isso foi evidenciado.

Palavras-chave


Empreendedor, Regulamentação, Engenharia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21714/pretexto.v18i4.5112

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo