CULTURA DE APRENDIZAGEM E DESEMPENHO ORGANIZACIONAL EM OSCIPS

Sérgio Chaves Arruda, Tereza Cristina Batista de Lima, Augusto Cézar de Aquino Cabral, Serafim Firmo de Souza Ferraz, Francisco Roberto Pinto

Resumo


O estudo objetiva analisar a relação entre a cultura de aprendizagem e o desempenho em uma organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP) na cidade de Fortaleza/CE, no tocante ao desempenho financeiro e do conhecimento, com suporte nas percepções dos variados agentes da organização. A base teórica são os fatores definidos por Marsick e Watkins (2003), acerca da relação entre a cultura de aprendizagem e o desempenho organizacional. Para isso, utilizou-se a metodologia quantitativa de pesquisa de natureza descritiva. O questionário utilizado junto aos 211 participantes da pesquisa foi o Dloq-A (YANG, 2003). Os resultados do estudo confirmam as hipóteses estabelecidas, indicando que a cultura de aprendizagem exerce significativa influência no desempenho organizacional no Instituto, na percepção dos respondentes.


Palavras-chave


Cultura de aprendizagem, Desempenho organizacional, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21714/pretexto.v16i2.2467

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo