PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO COMO INSTÂNCIA DE GESTÃO SOCIAL DA EDUCAÇÃO

Corinne Julie Lopes, Lucília Regina Machado

Resumo


O presente artigo se insere no campo de estudo da gestão social da educação e objetiva discutir a elaboração de projetos político-pedagógicos na perspectiva de torná-los instâncias privilegiadas para essa gestão. Essa discussão é realizada visando a formação de dirigentes comunitários do terceiro setor e se apoia em revisão bibliográfica e pesquisa empírica. Considera as origens do uso do projeto político-pedagógico como expediente de gestão educacional; os conceitos a ele atribuídos; pressupostos, princípios e fundamentos que informam as necessidades, finalidades e objetivos que lhe dão significado e sentido. Apresenta aspectos teóricos e práticos da construção, execução, acompanhamento, monitoramento e avaliação de projetos político-pedagógicos. Recupera aspectos históricos e de desenvolvimento do terceiro setor e conclui que, embora tendo uso predominante na educação formal, o projeto político-pedagógico é uma importante ferramenta de gestão social com validade para atividades educacionais em geral, inclusive para o contexto da formação de dirigentes desse setor.


Palavras-chave


Projeto político-pedagógico; formação; dirigentes comunitários; terceiro setor; gestão social.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/pretexto.v15i3.2269

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo