PERCEPÇÃO DA INFLUÊNCIA DA GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS NO COMPROMETIMENTO ORGANIZACIONAL

Vera Lúcia da Silva Ventura, Nildes Raimunda Pitombo Leite

Resumo


Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa realizada em uma Instituição de Ensino Superior. O objetivo foi investigar as percepções de docentes do ensino superior acerca da influência da gestão estratégica de pessoas no comprometimento organizacional. O estudo foi delineado pela pesquisa qualitativa e pelo método fenomenológico, com utilização da estratégia de pesquisa de estudo de caso único. Como estratégias de coleta de dados realizaram-se entrevistas, observação participante e pesquisa documental por meio de roteiros semi-estruturados. Esses dados foram tratados pelos procedimentos de análise de conteúdo e análise documental.  Os resultados indicaram que, pela percepção dos entrevistados, a gestão estratégica de pessoas influencia o comprometimento dos docentes com a instituição e com a sua missão profissional como professores. Verificou-se que os docentes da graduação percebem essa influência com ênfase no comprometimento afetivo, enquanto que os docentes da pós-graduação demonstram a percepção dessa influência, com maior relevância, no comprometimento normativo.

Palavras-chave


Gestão Estratégica de Pessoas – GEP. Comprometimento Organizacional. Docência no Ensino Superior. Instituição de Ensino Superior.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/pretexto.v15i3.1447

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo