A GESTÃO SOCIO-AMBIENTAL E INOVAÇÃO NO SETOR SUCROALCOOLEIRO: UM ESTUDO DE CASO NA PIONEIROS BIOENERGIA S/A

Suellen Moreira de Oliveira, Tania Nunes da Silva, Raquel da Silva Pereira

Resumo


A gestão ambiental iniciou-se a partir de 1950. Atualmente, ela representa um papel importante, devido às imposições dos diversos stakeholders, que impulsionam as organizações por práticas que contribuam para a qualidade de vida do ecossistema e o uso racional dos recursos naturais. O setor sucroalcooleiro é caracterizado por uma atividade que usa, de forma intensiva, mão-de-obra e recursos naturais. Exerce influência na geração de divisas para o país, por meio da produção de seus derivados, demandando atenção das entidades públicas e privadas no que tange à esfera socioambiental, devido aos problemas de compactação do solo, perda da biodiversidade; geração de resíduos, queimada da palha da canade- açúcar, aplicação de vinhaça; e na esfera social, desemprego, pela inserção da colheitadeira, baixa qualificação da mão-de-obra e trabalho escravo. Desta forma, o presente trabalho tem como objetivo analisar as ações da empresa Pioneiras Bioenergia S/A, sob a ótica da gestão sócio-ambiental. O trabalho é qualitativo, por meio de pesquisa de natureza descrita, realizada por estudo de caso. A coleta de dados ocorreu mediante a observação direta, e realização de entrevistas com sete funcionários da empresa. Os resultados demonstraram que a empresa tem um longo caminho rumo à sustentabilidade, necessitando de investimentos na área ambiental. Porém, está em processo de investimento para implantar a ISO 14001 e AA8000.

Palavras-chave


Responsabilidade socioambiental; Desenvolvimento sustentável; Setor sucroalcooleiro.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/pretexto.v13i2.1170

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo