A INCLUSÃO DE CRIANÇAS DEFICIENTES NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Márcia Moreira Veiga

Resumo


Neste artigo trata-se da inclusão de crianças deficientes na Educação Infantil, analisando os meandros da proposta da educação inclusiva sob a ótica da criança, das famílias e dos educadores. Considera-se deficiente a pessoa que apresenta limitação ou incapacidade para o desempenho de algumas atividades, podendo sua deficiência ser classificada como física, auditiva, visual ou motora. Com a premissa lançada pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN) – Lei 9.394/96 – de que as crianças deficientes devem ser inseridas nas escolas, preferencialmente na rede regular de ensino, desde a Educação Infantil, que corresponde à faixa etária até 6 anos de idade, muitos desafios são lançados às instituições que acolhem essas crianças, sejam creches, pré-escolas ou centros de Educação Infantil. Pretende-se, neste artigo, lançar luz às questões que rondam esses desafios, tentando mostrar dificuldades e alternativas inerentes a essa etapa da educação básica em que o educar e o cuidar estão tão imbricados. Inicialmente, apresenta-se uma discussão mais geral sobre a deficiência e a inclusão dessas pessoas no âmbito escolar. A seguir, busca-se compreender como essa criança está inserida na família e na comunidade, bem como as especificidades dessa situação. Finalmente, faz-se uma reflexão sobre as modificações que devem ocorrer nas instituições de Educação Infantil para incluí-la de fato, atendendo a suas necessidades educacionais e especificidades. Conclui-se que, a despeito de todas as dificuldades advindas do processo de ensino e aprendizagem voltados para essa criança, não se deve perder de vista as vantagens que essa experiência acarreta tanto para o desenvolvimento e aprendizagem da própria criança quanto para o crescimento pessoal e profissional daqueles que convivem com ela, aprendendo a lidar com as diferenças.

Palavras-chave


deficiência; inclusão; Educação Infantil; Educação Especial; infância.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Paidéia

Revisão: Profª Silvia Fiuza
Projeto Gráfico e Capa: D'Lourenço Studio Gráfico
Diagramação: Tecnologia da Informação - Universidade FUMEC
Normalização: Biblioteca Universitária - Universidade FUMEC

ISSN 1676-9627 (Impressa)
ISSN 2316-9605 (On-line)
Universidade FUMEC
Faculdade de Ciências Humanas, Sociais e da Saúde.