Processos criativos: o que temos a aprender com as crianças?

ROSVITA KOLB BERNARDES, VÊRONICA MENDES PEREIRA

Resumo


Este texto é uma reflexão sobre uma experiência vivida pelas autoras deste artigo e dialoga com autores que enfatizam que as crianças são atores sociais e são produtoras de cultura, com modos específicos de significar e de agir no mundo, em constante interação com os seus pares, mas também com os adultos. Apresenta-se o conceito de ateliê e uma possível maneira de organizar o trabalho nesses espaços. As autoras concluem se perguntando o que afeta a criança e o adulto no encontro com arte e de que maneira podem provocar encontros e experiências estéticas que mobilizam e fazem sentido para as crianças e para os adultos.

Palavras-chave


Criança. Adulto. Experiência. Processos criativos. Ateliê. Reggio Emília.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Paidéia

Revisão: Profª Silvia Fiuza
Projeto Gráfico e Capa: D'Lourenço Studio Gráfico
Diagramação: Tecnologia da Informação - Universidade FUMEC
Normalização: Biblioteca Universitária - Universidade FUMEC

ISSN 1676-9627 (Impressa)
ISSN 2316-9605 (On-line)
Universidade FUMEC
Faculdade de Ciências Humanas, Sociais e da Saúde.