O mestrado como experiência

João Carlos Ribeiro Andrade

Resumo


Apresento, nesta narrativa, uma das possibilidades compreensivas construídas sobre alguns dos processos experienciados em meu processo de realização do mestrado, a partir de 2009, na Faculdade de Educação da Universidade do Estado de Minas Gerais (PPGE/FaE/Uemg). Com base em Larrosa (2002), compreendo que é fundamental atentar para as experiências variadas que construí em meu cotidiano. Assim, é fundamental socializar, modestamente, alguns lampejos de minhas experiências construídas durante uma parte desse tempo de formação (SANTOS, 2010). Foquei, nos limites desta narrativa (RICOEUR, 1994), sobretudo, minha experiência com a primeira parte desse movimento: a relação com a turma; os encontros com os professores e suas aulas; o trabalho de leituras; problematizações; o trabalho da orientação; e as primeiras incursões teórico-metodológicas e teórico-conceituais sobre o campo do objeto de estudo. Assim, como professor de História da Educação Básica, aprofundei algumas reflexões que vinha realizando com base na minha experiência em sala de aula, na participação em grupos de estudo e como assistente de pesquisa neles. Assim, explicito um pouco desse movimento, priorizando, sobretudo, algumas das experiências realizadas durante os primeiros tempos do mestrado.

Palavras-chave


Experiências. Narrativa. Professor de História.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Paidéia

Revisão: Profª Silvia Fiuza
Projeto Gráfico e Capa: D'Lourenço Studio Gráfico
Diagramação: Tecnologia da Informação - Universidade FUMEC
Normalização: Biblioteca Universitária - Universidade FUMEC

ISSN 1676-9627 (Impressa)
ISSN 2316-9605 (On-line)
Universidade FUMEC
Faculdade de Ciências Humanas, Sociais e da Saúde.