Reflexões sobre a autonomia de professores no contexto de mudanças na década oitenta

Cátia de Oliveira Andrade

Resumo


Neste texto, faz-se uma reflexão sobre as práticas docentes em uma escola de Ensino Fundamental na década de 1980, período de transição posterior à ditadura militar brasileira. Para analisar as modificações que interferiram no exercício do magistério no período, inicialmente apresenta-se uma discussão mais geral sobre profissão docente, mudança e autonomia. A seguir, busca-se compreender como esses três conceitos se articularam no exercício da docência, partindo de informações obtidas em entrevistas realizadas com profissionais que atuaram na escola pesquisada no período em questão. Concluiu-se que práticas arraigadas, que tolhem a autonomia do professor, dificultam as inovações, embora deem a sensação de segurança aos docentes. Os resultados apontaram que as mudanças ocorreram lentamente, mas interferiram no exercício da profissão docente no período, possibilitando o desenvolvimento de práticas mais democráticas na escola e a autonomia por parte dos professores.

Palavras-chave


Profissão docente. Autonomia. Mudança. Escola pública

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Paidéia

Revisão: Profª Silvia Fiuza
Projeto Gráfico e Capa: D'Lourenço Studio Gráfico
Diagramação: Tecnologia da Informação - Universidade FUMEC
Normalização: Biblioteca Universitária - Universidade FUMEC

ISSN 1676-9627 (Impressa)
ISSN 2316-9605 (On-line)
Universidade FUMEC
Faculdade de Ciências Humanas, Sociais e da Saúde.