Exercer o direito: uma participação com múltiplas vozes

Carole Younes

Resumo


A sociedade francesa, ao utilizar de inovadoras práticas para a solução de conflitos, lançou olhar diferente ao direito, o que permitiu novas descrições dos processos de judicialização próprios à mediação. O objetivo com este breve ensaio é comentar as experiências da autora como advogada e juíza em meio às mudanças das concepções do direito que se originam dos modelos sociais. A mediação contribuiu para iluminar a face negociada da lei, constituindo, desse ponto de vista, um paradigma que excede sua existência num processo de resolução dos conflitos para alcançar a questão da normatividade, aí entendido o contexto da justiça institucional.

Palavras-chave


Mediação. França. Advocacia e Magistratura.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.46560/meritum.v7i2.1609

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Meritum, Revista de Direito da Universidade FUMEC
ISSN 1980-2072 (Impressa)
ISSN 2238-6939 (Online)
Universidade FUMEC
Faculdade de Ciências Humanas, Sociais e da Saúde (FCH).