Justiça estatal e mediação

Béatrice Blohorn-Brenneur

Resumo


Os conflitos que ocorrem na atualidade e que não podem mais ser resolvidos no âmbito da família, da escola ou da igreja, em virtude da crise de autoridade moral dessas instituições, provocaram uma explosão de litígios na maioria dos países europeus. Em razão disso, testemunha-se uma evolução no ato de julgar. Em curto prazo, o ato de julgar visa atenuar o conflito e, em longo prazo, contribui para a paz social. Neste breve comentário defende-se que a mediação é uma ferramenta adicional destinada aos juízes para que eles possam cumprir sua missão. A mediação atua em todos os aspectos do conflito. Ela reúne, também, todos os atores do conflito que vão decidir eles mesmos seu futuro.

Palavras-chave


Mediação. Crise de autoridade moral. Atenuação de conflitos. Paz social.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.46560/meritum.v7i2.1607

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Meritum, Revista de Direito da Universidade FUMEC
ISSN 1980-2072 (Impressa)
ISSN 2238-6939 (Online)
Universidade FUMEC
Faculdade de Ciências Humanas, Sociais e da Saúde (FCH).