Secularismo, Islã e o "muçulmano": reflexões sobre colonialidade e biopolítica

César Augusto Baldi

Resumo


Procura-se, neste texto, demonstrar as complexas relações entre secularismo e religião, ao mesmo tempo em que se dissocia o secularismo da necessária igualdade de gênero ou defesa de direitos humanos. Posteriormente, mostrando a diversidade dos Islãs e do direito islâmico, são analisadas versões mais amplas de dignidade humana, em outro referencial cultural, e os questionamentos feitos pelo autodenominado “feminismo islâmico.” Por fim, com base na figura do “muçulmano” dos campos de concentração, reavaliam-se as construções do humano, desocultando racismo, colonialismos e sexismos.

Palavras-chave


Secularismo. Religião. Direitos humanos. Biopolítica. Colonialidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.46560/meritum.v6i2.1077

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Meritum, Revista de Direito da Universidade FUMEC
ISSN 1980-2072 (Impressa)
ISSN 2238-6939 (Online)
Universidade FUMEC
Faculdade de Ciências Humanas, Sociais e da Saúde (FCH).