INVESTIMENTOS SOCIAIS E RIQUEZA GERADA: UMA ANÁLISE A PARTIR DO BALANÇO SOCIAL

Roberto do Nascimento Ferreira

Resumo


Não há ainda unanimidade quanto ao papel social das empresas, mas a responsabilidade social tem representado para muitas um diferencial nas relações com os stakeholders. Para demonstrar a sua atuação social, as empresas têm recorrido à publicação de Balanços Sociais, que é um demonstrativo que evidencia as informações acerca da responsabilidade social e ambiental das mesmas empresas, através de um conjunto de informações de caráter econômico, financeiro e social de interesse das partes interessadas. Parte dessas informações é disponibilizada através da Demonstração de Valor Adicionado, que permite visualizar a função social das empresas, explanando como se criou e distribuiu riqueza entre fornecedores de capital, recursos humanos e governo. O objetivo deste trabalho foi investigar a relação entre a riqueza gerada e os investimentos sociais realizados pelas empresas, através da análise dos balanços sociais publicados nos anos de 2004 e 2005. Os resultados identificaram que, de modo geral, os investimentos sociais (internos, externos e ambientais) realizados pelas empresas estão relacionados positivamente com o valor econômico gerado por elas na sociedade. Da mesma forma, verificou-se que, especificamente, os indicadores “investimentos ambientais internos”, “encargos sociais”, “saúde”, “capacitação”, “participação nos lucros” e “cultura” possuem associação mais intensa com a geração de valor econômico.

Palavras-chave


Balanço Social; Demonstração do Valor Adicionado, Riqueza Gerada.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/pretexto.v12i4.821

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo