USO DAS METODOLOGIAS DE AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL EM ESTUDOS REALIZADOS NO CEARÁ

Francisco Correia de Oliveira, Héber José Teófilo de Moura

Resumo


O presente estudo teve como objetivo verificar o uso de metodologias de avaliação de impacto ambiental(IA) em estudos realizados no Ceará. O trabalho envolveu o levantamento exploratório das principais metodologias de avaliação de IA utilizadas pelos empreendedores cearenses, verificando o grau de relacionamento entre as principais variáveis de caráter ambiental. A pesquisa do tipo desk research consistiu na análise dos relatórios de impactos ambientais (RIMA) disponibilizados pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente - Ceará (SEMACE), 152 RIMAs, publicados nos últimos dez anos(1999-2004). As variáveis do estudo foram: responsável pela elaboração do RIMA, ano de publicação, empreendedor, tipo do empreendimento e técnica de mensuração empregada. Os resultados finais apontam que, um dos pontos fracos das metodologias de avaliação ambiental estudadas, encontra-se no cálculo dos custos incorridos em decorrência do impacto ambiental causado pelo uso de um recurso natural ou por danos ao meio ambiente devido à poluição. Apontam ainda que em 76,4% dos RIMAs utilizou-se de algum tipo de matriz como técnica de avaliação de impactos ambientais, apontam também para a repetição de técnicas por uma mesma consultoria em um mesmo empreendimento e uma não combinação de técnicas avaliativas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo