IDENTIDADE DE LUGAR E DISPOSIÇÃO PARA EMPREENDER

Marcelo Dib Basilio, Antônio Carlos Gil, Priscila Balbino de Oliveira

Resumo


A presente pesquisa tem como objetivo verificar a disposição de estudantes universitários para empreender no local em que residem. Trata-se de um survey realizado com estudantes de três instituições de ensino superior localizadas na Zona Leste do Município de São Paulo (SP).  Para obtenção dos dados procedeu-se à seleção de uma amostra por acessibilidade constituída por 423 estudantes de diferentes cursos, tanto de bacharelado quanto de graduação tecnológica. A maioria dos estudantes indicou maior disposição para empreender no próprio bairro em que moram. Verificou-se a existência de correlação positiva entre a preferência por trabalhar por contra própria e a disposição para empreender no próprio bairro em que moram. Não se verificou, no entanto, relação significativa entre o nível de identificação com o bairro e a disposição para empreender nessa localidade. Conclui-se que os estudantes tem maior disposição para empreender no local em que residem em virtude do conhecimento que já tem desse local, ou do temor em abrir seu negócio em local menos conhecido.

Palavras-chave


Empreendedorismo, Regionalidade, Estudantes universitários, Identidade de lugar, Cursos de Administração

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/pretexto.v13i4.1387

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Pretexto
ISSN 1984-6983 (Online)
ISSN 1517-672x (Impressa)
Classificação Qualis CAPES - B2 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo