EVIDÊNCIAS DE INSTITUCIONALIZAÇÃO DA CONTROLADORIA EM EMPRESAS FAMILIARES

Ilse Maria Beuren, Elza Terezinha Cordeiro Miiler

Resumo


A implantação ou reestruturação da controladoria implica em mudanças de procedimentos, porque ambas instituem regras e rotinas como normas. A instituição de novas normas, tanto no ambiente interno quanto no ambiente externo da controladoria, afeta as crenças e valores da organização. Nessa perspectiva o objetivo do estudo é identificar evidências de institucionalização da controladoria mediante hábitos e rotinas em empresas familiares brasileiras. A pesquisa caracteriza-se como descritiva e foi realizada por meio de levantamento, com abordagem quantitativa dos dados. A população consiste das 59 empresas familiares identificadas por Oro (2006), na lista das 500 Melhores e Maiores da Revista Exame, e a amostra por acessibilidade as 12 empresas que responderam o questionário. Os resultados da pesquisa mostram que a controladoria foi instituída ou reestruturada na maioria das empresas no período de 2001 a 2006, mudando antigos e criando novos hábitos e rotinas, com evidências de institucionalização da controladoria nas empresas pesquisadas. Conclui-se que, a partir das mudanças implementadas nas empresas e a sua aceitação pelas pessoas envolvidas, foram alterados procedimentos e institucionalizadas normas na controladoria dessas empresas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES2010V9N2ART181

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2