CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS NO AGRONEGÓCIO

Aldo Leonardo Cunha Calado, Márcia Reis Machado, Antônio André Cunha Callado, Márcio André Veras Machado, Moisés Araújo Almeida

Resumo


Este trabalho tem por objetivo analisar a gestão de custos e o processo de formação de preços das agroindústrias paraibanas. A pesquisa envolveu um estudo empírico com 20 empresas do setor da agroindústria pertencentes a sete atividades distintas. Os dados foram obtidos através da aplicação de um questionário. Observou-se que a maioria das empresas possui sistema de custos ou alguma forma de estrutura de custos, sendo o gerente geral o responsável pelo registro dos custos do processo produtivo. Quanto aos fatores limitantes para implantação do sistema de custos, parte das empresas analisadas alegou que a contabilidade gerencial fornece dados suficientes para gestão dos seus negócios. Constatou-se que o principal critério utilizado no processo de formação do preço de venda das empresas analisadas foi o mark-up, aplicando-o sobre o custo de produção. Uma parcela das empresas pesquisadas utiliza o mark-up sobre valor da matéria-prima.

Palavras-chave


gestão de custos; formação de preços; agroindústrias

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21714/1984-6975FACES2007V6N1ART87

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista de Administração FACES Journal

Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2