EMPREENDER OU NÃO? FATORES CONDICIONANTES DA INTENÇÃO EMPREENDEDORA

Déborah Luiza Marcon, Amelia Silveira, Jucelia Appio Frizon

Resumo


Muitos são os fatores que determinam a decisão dos indivíduos de iniciar um empreendimento. Neste sentido, o artigo busca analisar a influência de fatores sociodemográficos e comportamentais sobre dois grupos de indivíduos: os que possuem intenção de empreender e os que não possuem intenção de empreender. O estudo caracteriza-se como quantitativo e descritivo, adotando questionário e método de regressão logística. A amostra considerou 371 estudantes universitários de cursos de graduação em Administração, de instituições de ensino superior, localizadas na região sudoeste do Paraná. Este tem sido o delineamento da maioria das pesquisas realizadas, nesta temática de interesse (RUEDA; MORIANO; LIÑÁN, 2015). Os resultados indicam que os fatores comportamentais são os que possuem maior poder de explicação nas intenções empreendedoras. Em seguida, destacam-se os fatores referentes ao acesso à educação para o empreendedorismo e a atividade profissional atual. Gênero, familiar empreendedor e renda não se mostraram significativos no modelo adotado.


Palavras-chave


Administração; Empreendedorismo;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21714/1984-6975FACES2020V19N1ART7526

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista de Administração FACES Journal

Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2