INFLUÊNCIA DA GOVERNANÇA CORPORATIVA E DA INTANGIBILIDADE NO DESEMPENHO DAS MAIORES EMPRESAS BRASILEIRAS

Antonio Rodrigues Albuquerque Filho, Maria Maciléya Azevedo Freire, Augusto Cézar de Aquino Cabral, Sandra Maria dos Santos

Resumo


Este estudo objetivou analisar a influência da governança corporativa e da intangibilidade no desempenho das empresas. Para tal, utilizou-se uma análise descritiva, documental e de abordagem quantitativa dos dados, com uma amostra que compreendeu 81 empresas de acordo com o ranking da revista Exame Melhores e Maiores, edição 2018, considerando dados referentes ao período de 2010 a 2017. Os resultados apontaram que as empresas mais intangível-intensivas se destacaram em relação às empresas menos intangível-intensivas em termos de desempenho de mercado. Observou-se que a governança corporativa associa-se com o baixo nível de intangibilidade, médio-baixo desempenho financeiro e com o alto desempenho de mercado, enquanto a intangibilidade não apresentou correlações com o desempenho. Os achados sinalizaram ainda que, para conseguir maior desempenho de mercado, as empresas buscam por estratégias competitivas de governança corporativa, ao passo que a intangibilidade não se mostrou significante na promoção de maior desempenho.


Palavras-chave


Governança Corporativa. Intangibilidade. Desempenho.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES0V0N0ART6763

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista de Administração FACES Journal

Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2