CAPACIDADE ABSORTIVA EM CLUSTERS DE BAIXA INTENSIDADE TECNOLÓGICA

Renata Moura, Fernando Serra, Leonardo Vils, Isabel Scafuto

Resumo


O objetivo da pesquisa foi identificar e avaliar se a relação entre empresas de um cluster industrial de baixa tecnologia e suas características individuais influenciam a capacidade de absorção das empresas. Foram investigadas 80 empresas de portes variados, nas quais se avaliou a capacidade de absorção no cluster de calçados de Birigui/SP. Foi utilizado um survey com o objetivo de identificar se suas características e dos seus relacionamentos afetam a capacidade de absorção das empresas do cluster. Os resultados mostraram que as características das empresas e a forma como se relacionam intracluster afetam a capacidade de absorção das empresas do aglomerado. Como contribuições, apresenta uma melhor compreensão das características da empresa em relação à capacidade de absorção em clusters de baixa intensidade tecnológica e dessa relação com o tipo de cluster. Possibilita ainda contribuição para governança de clusters e para articulação de políticas públicas.


Palavras-chave


Cluster industrial; Capacidade de absorção; Relacionamento interempresas; Redes; Capacidades organizacionais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES2017V16N1ART4566

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2