FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE ENSINO SUPERIOR PARA A GESTÃO: PERSPECTIVAS E CONSEQUÊNCIAS

Milka Alves Correia Barbosa, Maria Teresa Geraldo Carvalho, Fernanda Roda de Souza Araújo Cassundé, José Ricardo Costa de Mendonça

Resumo


O trabalho buscou analisar como professores de uma universidade federal brasileira percebem o papel que as políticas públicas e organizacionais têm na formação dos academic-managers. Argumenta-se que diante dos papeis-chave que os professores-gestores desempenham nas instituições de ensino superior, entende-se que há necessidade de políticas públicas (PP) e políticas organizacionais (PO) voltadas a formação desses atores. A investigação, baseada num estudo de caso, adotou uma perspectiva qualitativa e os dados foram coletados a partir de entrevistas semiestruturadas realizadas com professores-gestores do nível estratégico da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). Em resposta ao objetivo geral desta pesquisa, os dados mostraram que os professores nesta universidade percebem uma lacuna de PPs e POs que os prepare para desempenhar o papel de gestor e apontam a temporalidade do papel de gestor, a priorização dos papéis de professor e de pesquisador sobre o de gestor, como possíveis entraves ao desenvolvimento de tais políticas. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21714/1984-6975FACES2017V16N4ART4189

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista de Administração FACES Journal

Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2