O EFEITO DEFAULT COMO SOLUÇÃO PARA A AVERSÃO MÍOPE À PERDA

Luiza Ferreira Guimarães, Marcos Gonçalves Avila, Camilla de Araujo Cordeiro

Resumo


Na literatura sobre aversão míope à perda, Bernatzi e Thaler (1995) sugerem que existem dois fatores que a influenciam: o horizonte de tempo do investimento e a frequência com que este é avaliado. Fellner e Sutter (2009) sugerem que a imposição de tratamentos default pode ser uma solução para mitigar os efeitos negativos da aversão míope à perda sobre a decisão de investimento.

Neste trabalho, através de um experimento baseado no desenho das investigações realizadas por Fellner e Sutter (2009), testou-se o impacto da imposição de tratamentos default de curto horizonte de investimento e baixa frequência de feedback do retorno do investimento sobre os níveis de investimento em situações de incerteza.

Os resultados encontrados ao longo do trabalho sugerem que a imposição dos tratamentos default acima descritos tem, potencialmente, um efeito positivo sobre a mitigação dos efeitos negativos causados pela aversão míope à perda, tendo como consequência uma maior alocação da renda dos indivíduos para o investimento arriscado.


Palavras-chave


Aversão Míope à Perda, Tratamento Default, Decisões de Investimento sob Incerteza, Contabilidade Mental

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES2017V16N3ART4077

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2