RELAÇÕES ENTRE ÉTICA ORGANIZACIONAL, INOVAÇÕES AMBIENTAIS E SUSTENTABILIDADE

Pedro Gilberto Aloise

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar o comportamento ético das organizações em relação a sustentabilidade e as inovações ambientais, através de uma revisão da literatura.  O estudo buscou identificar a convergência entre o conceito de desenvolvimento sustentável e as ideias de Kant, Georgescu-Roegen e Jonas, contextualizando as bases filosóficas do comportamento ético e o praticado pelas organizações. Em seguida apresentam-se as principais características das inovações sustentáveis e sua importância para a mitigação de riscos ambientais em prol da sustentabilidade. O artigo apresenta diversos fatores que impactam as decisões sobre inovações e sustentabilidade e o comportamento das organizações ao buscarem uma atitude ética compatível com esses paradigmas. Dentre os resultados encontrados estão: o estabelecimento de crenças e valores que objetivam melhorar a reputação das empresas; a compatibilidade e a coexistência entre ética e inovação (“inovação ética” e “inovação responsável”). A influência da cultura ética sobre a capacidade de inovar e as razões pelas quais muitos empresários resistem em desenvolver e adotar inovações ainda é um dos entraves que a lógica produtivista do capital impõe as práticas de gestão. Ao final se apresentam algumas limitações da pesquisa e sugestões para estudos futuros. 


Palavras-chave


Ética Organizacional; Inovações Ambientais; Inovação Ética; inovação Responsável. Sustentabilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES2017V16N2ART4001

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2