REPUTAÇÃO CORPORATIVA: MENSURAÇÃO E ANÁLISE DE MAPAS PERCEPTUAIS – UM ESTUDO EMPÍRICO NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA BRASILEIRA

Miguel Maurício Isoni, João Agnaldo do Nascimento

Resumo


Este artigo procura mostrar a pertinência de parâmetros e atributos de gestão reputacional percebidos pelos consumidores das marcas Fiat e Volks da indústria automobilística brasileira, através de quatro dimensões: (1) imagem, reputação e credibilidade; (2) relação com a comunidade; (3) ética e sustentabilidade; (4) decisão de compra ou recompra. Reputação corporativa tem sido tema mundialmente estudado e de grande importância para empresas e para a academia. Visando a mensurar a reputação corporativa, este estudo desenvolve uma escala de reputação baseada em Fombrun, Gardberg e Sever (2001) e King (2000). Com uma amostra de 316 respondentes de dois Estados brasileiros, buscando verificar a reputação da indústria automobilística, foi verificada a confiabilidade da escala, bem como traçados mapas perceptuais para análise dos resultados. Assim, este trabalho contribui para o desenvolvimento de uma escala brasileira de reputação corporativa e para a utilização de mapas perceptuais como instrumento gerencial e analítico.

Palavras-chave


imagem; reputação; automóveis

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES2004V3N2ART36

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2