Modelos de Volatilidade em Estudos Brasileiros de 2000 a 2014

Frank Magalhães de Pinho, Marcos Antônio de Camargos, Joice Marques Figueiredo

Resumo


A volatilidade é uma medida de variabilidade de uma variável que precisa ser estimada. Os diversos modelos empregados para esse fim evoluíram de estimadores simples como o desvio padrão para modelos mais sofisticados, como os modelos da família GARCH. Com o intuito de analisar as características metodológicas, evidências empíricas e principais constatações acerca dos estudos que abordaram este tema analisaram-se os artigos publicados, entre 2000 e 2014, nos principais periódicos brasileiros segundo a classificação QUALIS-CAPES 2014. Dentre os diversos resultados alcançados, evidencia-se o maior emprego do enfoque estatístico para estimar a volatilidade, o melhor desempenho dos modelos da família GARCH quando o objetivo foi comparar metodologias e a insuficiente utilização de testes diagnósticos e critérios de decisão para a validação e escolha dos melhores modelos respectivamente.


Palavras-chave


Família GARCH; Volatilidade Estocástica; Volatilidade Implícita; Modelo EWMA.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES2017V16N1ART3213

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2