Intenção de Compra de Luxo Online

Vanessa Iglesias Salinas, Jorge Brantes Ferreira, Cristiane Junqueira Giovannini, Jorge Ferreira da Silva

Resumo


O estudo tem como objetivo compreender a intenção de compra de luxo online por consumidores brasileiros. Primeiro, por meio de uma revisão de literatura, foram identificados construtos que poderiam afetar o consumo de luxo online, como risco percebido, confiança, qualidade do site e imagem da marca. Em seguida, hipóteses foram testadas via equações estruturais com dados colhidos em uma survey envolvendo 216 consumidores. Por fim, os resultados indicam efeitos diretos e positivos da imagem da marca e da qualidade do site sobre a confiança, além de efeitos do risco percebido e da confiança sobre a intenção de compra online. Também foi possível verificar que o risco de tempo não é significativo quando se trata de consumo de luxo e que o fator de maior relevância nesse mercado é a qualidade do site.

Palavras-chave


Consumo online; Luxo; Intenção de Compra Online; Confiança; Risco Percebido

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES2014V13N3ART2096

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2