SEGMENTAÇÃO DA BAIXA RENDA BASEADO NO ORÇAMENTO FAMILIAR

Hermes Moretti Ribeiro da Silva, Juracy Gomes Parente, Heitor Takashi Kato

Resumo


O mercado de baixa renda vem ganhando relevância econômica e as peculiaridades no seu padrão de consumo precisam ser entendidas. O objetivo deste trabalho da área de marketing é identificar, com base em um estudo de agrupamentos, padrões heterogêneos de consumo deste grupo de consumidores. Neste sentido, o presente artigo realiza um estudo descritivo do orçamento de uma amostra de 338 famílias de baixa renda de São Paulo oriundas da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Usando micro dados da POF e aplicando a técnica de análise de conglomerados na composição do orçamento familiar, foram identificados cinco segmentos distintos de famílias de baixa renda, que foram aqui denominados de: "Sofredores do aluguel", "Jeitinho Brasileiro", "Valorização do ter", "Batalhadores pela sobrevivência" e "Investidores".

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES2009V8N4ART166

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2