A CONSTRUÇÃO DO SIGNIFICADO NAS ORGANIZAÇÕES

Sergio Bulgacov, Yára Lúcia Mazziotti Bulgacov

Resumo


Este ensaio discute o papel do administrador como mediador entre os propósitos organizacionais e as representações que dela se faz. Procura-se tratar do saber na sociedade contemporânea, ou mais especificamente o saber sobre organizações, identificando que representações existem sobre estes fenômenos. Na primeira parte são apresentados os conceitos fundamentais, tais como, a diferenciação entre sentidos e significados; e o papel da teoria enquanto conjunto de pressupostos que são utilizados pelos administradores enquanto instrumentos de pesquisa e de trabalho. Em seguida, descrevem-se as principais referencias analíticas sobre o conceito de administrar a partir da contribuição de diferentes paradigmas meta-teoricos da organização em aproximação com o conceito de complexidade. Orienta-se a adoção, pelos administradores, de paradigmas diversos, como forma de atendimento das exigências da complexidade organizacionais com problematizações específicas. Entendem-se os administradores como possuidores de papel fundamental influenciando a interação entre a tarefa e o significado frente aos fenômenos organizacionais entendidos como complexos, ambíguos e contraditórios.

Palavras-chave


Papel do administrador; sentido; significado; paradigmas organizacionais; complexidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES2007V6N3ART104

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2