TRAÇOS DE PERSONALIDADE DO EMPREGADO DE FRONTEIRA, VALOR PERCEBIDO E CONFIANÇA DO CLIENTE

Kenny Basso, Lélis Balestrin Espartel

Resumo


A orientação para o cliente, como um construto proveniente da orientação para o mercado, tem sido alvo de diversos estudos. Porém, são poucos ainda os estudos que fazem menção à ligação desse construto com a personalidade do indivíduo. Considerando que toda orientação tenha um impacto, seja na performance da organização, seja no comportamento e percepções do cliente, este artigo, ao procurar evidenciar possíveis relações entre a orientação para o cliente e a personalidade dos empregados de fronteira, por meio do Modelo Meta-teórico de Motivação e Personalidade (Modelo 3M), faz uso da confi ança e do valor percebido como variáveis de resultado, que podem, por sua vez, ser mensuradas no indivíduo. O artigo encontrase estruturado de forma a gerar proposições que instiguem novos estudos acadêmicos e práticos sobre a temática, provendo maiores entendimentos para a disciplina de marketing estratégico e para a tomada de decisões estratégicas de marketing, nas organizações.

Palavras-chave


Orientação para o Cliente. Personalidade. Valor Percebido. Confi ança. Modelo 3M.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES2011V10N4ART1007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Administração FACES Journal
ISSN 1984-6975 (online)
Classificação Qualis-CAPES - B2