RADIOFRENQUÊCIA MULTIPOLAR NÃO ABLATIVA COM A JUNÇÃO DE PULSO ELECTROMAGNÉTICO E OS SEUS EFEITOS SOBRE A FLACIDEZ DE PELE

MICHELLE VANESSA DOS ANJOS CARVALHO

Resumo


Diante de um mundo que está  em  constante  crescimento  pela  busca  incansável  pelo  belo,  e para melhor atender à essa crescente demanda de um público que  procura  por  tratamentos estéticos que reduzem ou amenizem sinais de  rugas  e/ou  flacidez  de  pele.  Surge  no  mercado uma  tecnologia  de  radiofrequência  multipolar  não  ablativa  com  uma  terapia   conjugada   de pulso eletromagnético,  que  tem  o  intuído  de  atingir  esses  objetivos  do  público  da  estética. Esse trabalho é uma revisão bibliográfica que buscou  entender  melhor  o  mecanismo  de  ação dessa nova tecnologia através da comparação de artigos, e  entender  como  essa  tecnologia funciona na melhora da flacidez de pele. Netse trabalho vamos ver que essa tecnologia de radiofrequência com a terapia conjugada funciona, ou  seja,  cumpre  com  o  que  é  prometido, além de superar as expectativas dos clientes, trazendo bons resultados não só da  melhora  da flacidez da pele, mas no aspecto da pele em geral, como: melhora  dos  tônus,  melhora  da coloração da pele,  fazendo  com  que  a  pele  fique uniforme. Como essa tecnologia bem nova no mercado, só tem 5 anos, e o último artigo é do ano de 2014, que é inclusive  o artigo  mais  recente desse trabalho, o que mostra a necessidade  de  mais  estudos  nesta  área, apesar de ser uma tecnologia eficaz e segura, e é comprovada que traz bastante benefícios para o cliente.


Texto completo:

PDF

Referências


Athanasiou, A., Karkambounas, S., Batistatou, A., Lykoudis, E., Katsaraki, A., Kartsiouni, T.,

... & Evangelou, A. (2007). The effect of pulsed electromagnetic fields on secondary skin wound healing: an experimental study. Bioelectromagnetics, 28(5), 362-368.

Barcaui, E. D. O., Carvalho, A. C. P., Piñeiro-Maceira, J., Barcaui, C. B., & Moraes, H. (2015). Study of the skin anatomy with high frequency (22 MHz) ultrasonography and histological correlation. Radiologia brasileira, 48(5), 324-329.

Borges, F. D. S. (2006). Dermato-funcional: modalidades terapêuticas nas disfunções estéticas. São Paulo: Phorte, 6.

Carneiro, J., & Junqueira, L. C. U. (2008). Histologia básica: texto, atlas. Guanabar-Koogan.

De Carvalho, G. F., da Silva, R. M. V., de Mesquita Filho, J. J., Meyer, P. F., Ronzio, O. A., de Oliveira Medeiros, J., & Nóbrega, M. M. (2011). Avaliação dos efeitos da radiofrequência no tecido conjuntivo.

Dover, J. S., Rothaus, K., & Gold, M. H. (2014). Evaluation of Safety and Patient Subjective Efficacy of Using Radiofrequency and Pulsed Magnetic Fields for the Treatment of Striae (Stretch Marks). The Journal of clinical and aesthetic dermatology, 7(9), 30.

Elman, M., & Harth, Y. (2011). Novel multi-source phase-controlled radiofrequency technology for non-ablative and micro-ablative treatment of wrinkles, lax skin and acne scars. Laser Therapy, 20(2), 139-144.

Estrela, J. V., Duarte, C. C. F., Araujo, D. N., Araruna, V. R., Silva, R. M. V., & Cavalcanti,

R. L. (2014). Efeito do led na flacidez tissular facial. Catussaba, 3(1), 29-36.

Krueger, N., Levy, H., & Sadick, N. S. (2012). Safety and efficacy of a new device combining radiofrequency and low-frequency pulsed electromagnetic fields for the treatment of facial rhytides. Journal of drugs in dermatology: JDD, 11(11), 1306-1309.

Krueger, N., & Sadick, N. S. (2013). New-generation radiofrequency technology. Cutis, 91(1), 39-46.

Lee, Y. B., Eun, Y. S., Lee, J. H., Cheon, M. S., Cho, B. K., & Park, H. J. (2014). Effects of multi-polar radiofrequency and pulsed electromagnetic field treatment in Koreans: case series and survey study. Journal of Dermatological Treatment, 25(4), 310-313.

Milani, G. B., João, S. M. A., & Farah, E. A. (2006). Fundamentos da Fisioterapia dermato- funcional: revisão de literatura. Fisioterapia e pesquisa, 13(1), 37-43.

Sadick, N. S., Nassar, A. H., Dorizas, A. S., & Alexiades-Armenakas, M. (2014). Bipolar and multipolar radiofrequency. Dermatologic Surgery, 40, S174-S179.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.