MEIO AMBIENTE E OS EMBATES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

Januaria Cecilia Pereira Simões Leite, Mario Teixeira Reis Neto

Resumo


Na atualidade a indústria da construção civil trabalha o seu sustento através da extração dos bens materiais que necessita na natureza, apresentando-se como grande autora dos impactos ambientais do planeta, que resultam em áreas degradadas. Algumas das consequências destes fatores são: lençóis freáticos e entornos contaminados, modificação de cursos dágua, alteração climática, aumento de gases e partículas em suspensão no ar, aumento de ruídos e propagações de vibrações, secas, enchentes etc. O Brasil é um país com detrimentos causados nos três ciclos: extração e fabricação, execução das obras e disposição dos resíduos por ela gerados. Essas ações hoje são motivo de grande repercussão na área onde já se aplicam diversas leis, porém não são suficientes para extinguir os impactos causados por elas, seria preciso várias atividades paralelas de construção sustentável em conjunto com a construção civil.
A pesquisa tem a intenção de demonstrar que dano ambiental deve ser interpretado e questionado em todas as esferas da construção civil: extração, fabricação, transporte e execução, pois o impacto não é dano e deve ser recomposto a sociedade e ao meio natural. A aplicação das leis e consciência ambiental é uma questão estratégica para toda rede da indústria da construção civil transformar num setor sustentavelmente correto e trabalhar em parceria com o meio ambiente.

Palavras-chave


Construção Civil; Resíduos; Impacto Ambiental; Civil Construction; Waste; Environmental Impact

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES

diadorim sumarios

CONSTRUINDO

ISSN 2318-6127 (online)
ISSN 2175-7143 (impressa)
Faculdade de Engenharia e Arquitetura da Universidade FUMEC
Escola de Engenharia da UFMG
Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto