CONCRETO ESTRUTURAL COM ADIÇÃO DE FIBRAS VEGETAIS

Carlos Augusto de Souza Oliveira, Leonardo Lúcio de Araújo Gouveia, Ricardo Luiz Perez Teixeira

Resumo


Este trabalho apresenta o resultado da adição de fibras vegetais de bambu e cana-de-açúcar nas propriedades mecânicas do concreto. Para este trabalho foram confeccionados corpos-de-prova cilíndricos e prismáticos nos quais foram adicionados 2% e 5% em volume das fibras à massa do concreto. Após a cura, conforme NBR 5738 (2003) [1], os mesmos foram testados via ensaios de resistência à compressão conforme NBR 5739 (2007) [2], resistência à tração por compressão diametral, conforme NBR 7222 (2011) [3], resistência à tração na flexão conforme NBR 12142 (2010) [4] e módulo de elasticidade estático, conforme NBR 8522(2008) [5]. Verificou-se após os testes que todos os concretos produzidos atenderam a resistência mínima a compressão de 20 MPa, recomendado pela NBR 6118 (2003) [6] para fins estruturais.

Palavras-chave


concreto; fibras; propriedades mecânicas; construção civil; concrete, fiber; mechanical properties; civil construction

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES

diadorim sumarios

CONSTRUINDO

ISSN 2318-6127 (online)
ISSN 2175-7143 (impressa)
Faculdade de Engenharia e Arquitetura da Universidade FUMEC
Escola de Engenharia da UFMG
Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto