ARGAMASSAS PARA CONCRETOS ESTRUTURAIS CONFECCIONADOS COM AGREGADOS MIÚDOS DE FINOS DE RESÍDUO DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO SINTERIZADOS

Paula Gisele Lamezon de Pádua, Maria Teresa Paulino Aguilar

Resumo


A sinterização de minério é um processo metalúrgico, no qual finos de minérios de ferro, minérios não ferrosos e fundentes são aglomerados, por fusão parcial. Neste trabalho avalia-se a possibilidade de utilizar o mesmo processo para aglomerar finos de resíduo de construção e demolição (RCD). As usinas de beneficiamento de RCD de Belo Horizonte geram uma grande quantidade de finos (>0,18 mm), que são descartados em aterros sanitários, devido a sua granulometria. Amostras de diferentes composições e materiais foram misturados, pelotizados e sinterizados em seus equipamentos apropriados. Análises macroscópicas e resultados do teste de resistência ao impacto foram realizados em amostras depois do processo de sinterização, mostrando que o melhor resultado foi obtido com a amostra feita de finos de RCD e escória de alto-forno. Neste estudo foi analisada a possibilidade de tornar este material útil como matéria-prima para fazer concretos. Depois da sinterização, o fino aglomerado foi britado e separado em faixas granulométricas, agregado miúdo. Argamassas para concreto estrutural foram feitas com substituição de 100% de areia natural por fino de RCD sinterizado. Testes de resistência à compressão, módulo de elasticidade e absorção de água mostram que a substituição não influencia o comportamento das amostras estudadas.

Palavras-chave


propriedades mecânicas, finos de resíduo de construção, sinterização, concreto

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES

diadorim sumarios

CONSTRUINDO

ISSN 2318-6127 (online)
ISSN 2175-7143 (impressa)
Faculdade de Engenharia e Arquitetura da Universidade FUMEC
Escola de Engenharia da UFMG
Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto