INFLUÊNCIA DO TEOR DE UMIDADE NAS PROPRIEDADES DE ADESÃO DA MADEIRA DE EUCALIPTO

Javan Pereira Motta, José Tarcísio da Silva Oliveira, Rejane Costa Alves

Resumo


A umidade da madeira é fator importante na união das peças com adesivos. Este trabalho tem como objetivo principal avaliar a influência deste nas propriedades de adesão de duas espécies comerciais de eucalipto representadas pelo híbrido clonal de Eucalyptus urophylla X Eucalyptus grandis e Corymbia citriodora. Os adesivos utilizados foram à base de resina resorcínica (Cascophen RS216M) e acetato de polivinila - PVA (CASCORES 2590). Utilizaram-se cinco classes de umidade da madeira: 8, 10, 12, 14 e 16%, obtidas através do condicionamento em uma câmara climática, com controle automático das condições de temperatura e umidade relativa do ar. Avaliaram-se os efeitos dos diferentes tratamentos relativos à espécie de madeira, teor de umidade no momento da colagem e tipo de adesivo utilizado. O desempenho dos tratamentos foi julgado tanto pela análise da resistência média apresentada, bem como pelo percentual de falhas da madeira, seguindo a norma da ASTM D-3110 (1994). Para a madeira do híbrido clonal a umidade afetou pouco o desempenho das juntas coladas com os dois adesivos. Já na madeira de Corymbia citriodora, umidades entre 8 e 12% proporcionaram melhores desempenhos na união de juntas com o adesivo à base de acetato de polivinil a e para àquelas juntas unidas com adesivo à base de resorcinol formaldeído a de umidade de 12% proporcionou melhor desempenho.

Palavras-chave


Madeira de Eucalyptus, Umidade da madeira, Colagem

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES

diadorim sumarios

CONSTRUINDO

ISSN 2318-6127 (online)
ISSN 2175-7143 (impressa)
Faculdade de Engenharia e Arquitetura da Universidade FUMEC
Escola de Engenharia da UFMG
Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto