Produção de Método no Brechó de Troca: psicologia e moda como campo de trabalho

Helena de Barros Soares

Resumo


O Brechó de Troca, espaço de convívio onde o troca-troca de roupas e/ou acessórios é a desculpa para encontros, vem se construindo como um Projeto na intersecção da moda com a psicologia social e psicanálise. No Projeto é valorizada a história de cada roupa levada pelas parceiras através de relatos pessoais. Para tanto sua metodologia é constantemente revisada e, em 2012 foi criado o limbo, um espaço-tempo de suspensão do afã de consumo desimplicado de sentido. Este texto é fragmento de uma dissertação de mestrado onde foram revisitadas experiências do Projeto como maneira de pensar a potencia da produção de subjetividade pelas práticas do vestir nos encontros. Vários pontos foram revisados na dissertação, mas neste texto é revisada a construção do limbo das experiências singularizantes do Brechó. A partir de relato de uma situação vivida em um dos encontros, é feita análise de como maneiras contemporâneas de consumo de acesso atravessam também o Brechó, e como o limbo resiste a elas.

Palavras-chave


Brechó de Troca. Limbo. Práticas do vestir. Subjetividade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Achiote.com - Revista Eletrônica de Moda

Revista Achiote.com - Revista Eletrônica de Moda
ISSN 2318-5724 (on-line)
Universidade FUMEC
Faculdade de Engenharia e Arquitetura.