Perfil do curso

A fisioterapia estuda o movimento humano em todas as suas formas de expressão e potencialidades, suas alterações patológicas, repercussões psíquicas e orgânicas, com o objetivo de preservar, manter, desenvolver e restaurar a integridade de órgãos, sistema ou função, promovendo uma melhor qualidade de vida. O curso oferece formação generalista para que o fisioterapeuta possa, efetivamente, contribuir na organização, no desenvolvimento e na manutenção da saúde da população, por meio de sua ação nos níveis primário, secundário e terciário de atenção à saúde. O profissional atua como agente transformador, compreendendo o homem como um ser biopsicosocial, norteado pelos valores de cidadania e pela ética no exercício da profissão.

Estrutura Curricular

Conteúdo

O currículo prevê a integração do ensino com os serviços de saúde, a valorização da pesquisa individual e coletiva, os estágios e a participação em atividades extramuros. Os estágios são desenvolvidos em instituições conveniadas, permitindo que o aluno entre em contato com as atividades de avaliação, prevenção, tratamento e reabilitação. Os estágios são realizados do sétimo ao décimo período, abrangendo as áreas da Ortopedia, Neurologia, Pediatria, Geriatria, Hospital Geral (UTI inclusive), Cardiologia, Pneumologia, Saúde Coletiva, Uroginecologia e Obstetrícia, e Fisioterapia Respiratória. As atividades de estágio, desenvolvidas em diferentes níveis de atenção à saúde, acontecem em unidades básicas, unidades de pronto atendimento e ambulatoriais na rede hospitalar e nas comunidades, na cidade de Belo Horizonte e região metropolitana.

Campos de atuação

O egresso está apto a exercer a profissão com espírito crítico e empreendedor nas equipes multi e interprofissionais em instituições públicas, autônomas, em cargos administrativos, no ensino e na pesquisa. A prática de intervenções preventivas, curativas e reabilitadoras pode ser realizada nos principais campos de atuação profissional: unidades básicas de saúde, ambulatórios/clínicas, hospitais, empresas, clubes esportivos, instituições de longa permanência, creches e escolas.

Atos Legais de Autorização e Reconhecimento
Reconhecido pelo Decreto Estadual de 13 de março de 2008.